Meta Assessoria de Imprensa 

O Dia do Idoso é celebrado em primeiro de outubro e para geriatra Zélia Santana, não existe pílula mágica. Envelhecer bem, além da genética, depende de uma série de hábitos saudáveis, como alimentação saudável e atividade física, que deve ser iniciada ainda na juventude.

Em alusão ao Dia Internacional do Idoso, será realizada no próximo dia 29 de setembro, em Goiânia, a 1ª Corrida Viva Bem. Com trajetos de 4 Km e 8 Km, as inscrições já estão abertas. A expectativa é que cerca de 700 pessoas participem, promovendo a integração e bem estar dos idosos juntamente com familiares, amigos, atletas e público em geral. Os três primeiros colocados nas duas categorias serão premiados.

Para a geriatra, Zélia Santana, uma das organizadoras da corrida, as pessoas estão se preocupando mais com o envelhecimento saudável, até mesmo as que ainda não passaram da casa dos 40 anos. No entanto a médica faz um alerta, “não existe uma pílula mágica, ou um poli vitamínico para envelhecer bem, é preciso desenvolver um conjunto de fatores para isso, e quanto mais cedo tiver início um estilo de vida saudável, maiores as chances de ser um idoso ativo”.

Zélia explica ainda que os estudiosos apontam a genética como responsável por cerca de 30% de como a pessoa envelhecerá, sendo que todo o restante é possível ser alterado. E um dos fatores que interfere diretamente no aumento da expectativa de vida é a prática de uma atividade física. “A corrida, por exemplo, é uma boa indicação, porque é barata, na maioria das vezes gratuita, e de fácil acesso. Tem ainda o poder de socialização, uma forma do idoso fazer amigos e tornar os vínculos mais fortes”, garante a geriatra.

DIA INTERNACIONAL DO IDOSO
O Dia Internacional das Pessoas Idosaé comemorado em 1 de outubro. Também conhecido comoDia Internacional do Idoso, o principal objetivo da data, além de homenagear as pessoas de mais idade, é incentivar a conscientização da sociedade sobre as necessidades das pessoas idosas. A data foi criada por iniciativa da ONU (Organização das Nações Unidas), em 1991, durante a aprovação da Resolução 46/91, visando tratar dos direitos dos idosos e criando espaços de debate sobre a importância de preservar o respeito e a dignidade dessas pessoas.

A população brasileira com 65 anos de idade ou mais cresceu 26% entre 2012 e 2018, ao passo que a população de até 13 anos mostrou recuou de 6%, de acordo com dados da pesquisa “Características Gerais dos Domicílios e dos Moradores 2018”, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). São quase 30 milhões de idosos no Brasil.

A fatia de pessoas com mais de 65 anos deverá alcançar 15% da população já em 2034, ultrapassando a barreira de 20% em 2046. Em 2010, estava em 7,3%. Em 2039 o número de idosos com mais de 65 anos superará o de crianças de até 14 anos, o que acelerará a trajetória de envelhecimento da população. 

Mas as doenças crônicas não transmissíveis atualmente afetam boa parte desta população idosa. De acordo com pesquisas recentes promovidas pelo Ministério da Saúde, 25,1% dos idosos tem diabetes, 18,7% são obesos, 57,1% tem hipertensão e 66,8% tem excesso de peso. Também são responsáveis por mais de 70% das mortes do país.

INSTITUTO VIVA BEM

A corrida está sendo organizada pelo Instituto Viva Bem, que é um centro de vivência de idosos, representando um novo conceito principalmente de qualidade nos cuidados com idosos. O espaço disponibiliza a seus hóspedes serviços de atendimento em consultório, centro dia, reabilitação, hospedagem temporária e definitiva, todos em um único local. Ainda conta com equipe multidisciplinar qualificada e apta para oferecer a seus usuários um atendimento individualizado e profissional. Há ainda oficinas terapêuticas, atividades fisioterápicas e atividades culturais em um ambiente seguro, acolhedor e harmonioso.

SERVIÇO

 Corrida Viva Bem

Data: 29/09

Horário: 07h

Largada: Instituto Viva Bem – Rua 132, nº 159, Setor Sul – Goiânia

Contato: (62) 3218-5034

Inscrições: R$80  www.ativo.com