image004

O Comitê Brasileiro de Cores recebe informações do mundo inteiro sobre COR e suas aplicações. Devido à forte influência dos azuis no consumo e após pesquisa de novos tons e estudos do grupo de químicos Submarine, da Faculdade de Química do Oregon, foi descoberto, acidentalmente, um novo pigmento, mais vibrante e saturado que os outros azuis, o Lápis Lazuli. Após o lançamento festivo dessa cor pela marca americana Jeep, a cor Lápis Lazuli foi a primeira cor escolhida para a cartela CECAL 2018 e será lançada oficialmente no Brasil no Espaço Tendência ABUP SHOW, com apresentações de palestras dos diretores do Comitê Brasileiro de Cores e exibição de produtos selecionados dos expositores do 34º ABUP SHOW, sob a curadoria do CBC.

A nova cor Lápis Lazuli acompanha as CORES LIQUIDAS de 2017, tonalidades obtidas pela mescla de outras, sem, no entanto, formar uma cor única, interagindo entre elas pelo movimento das emoções. Inspirada na filosofia do recém falecido sociólogo polonês Zygmunt Bauman e nos princípios da imaterialidade da vida, em seu livro Modernidade Líquida, Bauman comenta “…a vida líquida é precária, vivida em condições de incerteza constante”.  O Comitê Brasileiro de Cores elegeu sete tons da cor AZUL que exemplificam a liquidez e a superficialidade dos comportamentos de grande parte da população.

image005

Das sete cores acima, o SKY foi escolhido como a COR DO ANO 2017 do Comitê Brasileiro de Cores. Devido à grande visibilidade e preferências de consumo pela tonalidade, desde automóveis até filmes, sua grande aceitação vem do fato do Azul ser relacionado mentalmente com tranquilidade e paz, tudo o que mais desejamos ter nesses tempos conturbados da modernidade. Na CECAL 2017, os líquidos azuis fazem parte da romântica temática Transformação, uma das inspirações da cartela CECAL 2017, onde o mundo virtual gira mais rápido e acelera nossas percepções.

COMITÊ BRASILEIRO DE CORES

O Comitê Brasileiro de Cores – CBC nasceu com o propósito de direcionar indústrias para lançamento de produtos da casa, com cores coordenáveis entre si. Trata-se de uma associação fundada em 1983 pela arquiteta e designer Elisabeth Wey, que a preside desde então.  A associação introduziu no país uma concepção pioneira de coordenação cromática, orientando diversos segmentos industriais, sobre tendências mundiais de cores, captadas em salões internacionais do setor e adaptadas ao Brasil.  O princípio básico é permitir que o consumidor final possa compor ambientes harmônicos com esses produtos. Com liberdade de criação e coordenação múltiplas, dentro de tendências mundiais do segmento da construção civil. Após 20 anos dedicados à pesquisa de tendências em produtos nos principais países do mundo, chegamos à conclusão que havia uma necessidade comprovada de ampliarmos nossos horizontes, a fim de conseguirmos balizar nossos produtos, até agora brasileiros, dentro de um segmento mais amplo, o Mercosul. Por isso nos aliamos a parceiros latinos e criamos o CECAL – Centro de Estudos para a Cor da América Latina, dos nossos esforços e estudos temos como resultado a Cartela de Cores CBC-CECAL, que é lançada bienalmente no Brasil. Surgia a Cartela de Cores CECAL que reúne as últimas tendências mundiais, adaptadas ao mercado brasileiro. Esse material é bienal e orienta a indústria nacional para o lançamento de produtos para a construção civil, arquitetura de interiores e design com cores coordenáveis entre si destinados ao consumo, o que facilita a produção unificada de novas linhas, e a especificação de cores por profissionais da área do design, decoração e arquitetura.  (renata sherman)

Serviço

TALK SHOW

15h30 “Cores Líquidas regem a CECAL 2017” com Paulo Lacerda, diretor de Comunicação do CBC
15h50 “A sensação dos azuis” com Leoncio Pedrosa, consultor e representante CBC no Paraná
16h20 “Azuis nas Griffes de Design” com Leonel Sasson, empresário e consultor CBC
16h40 “Azuis na Decoração” com Shisha Kessin, arquiteta e diretora CBC

10 de fevereiro | sexta feira | 15h30

Espaço Tendência ABUP SHOW

Centro de Eventos PRO MAGNO

Rua Samaritá, 230 – Casa Verde – São Paulo – SP