Francis Teles

No final de 2019 ocorreu em Goiânia a Conferência Internacional com cerca de 500 participantes brasileiras, africanas, italianas, francesas e argentinas, o encontro discutiu os Direitos das Mulheres e Meninas no Mundo. Além de gerar uma carta que influencia políticas públicas para as mulheres.

No Brasil cerca de mil mulheres integram as entidades da ABMCJ. Para o evento de posse da Nova Diretoria em Goiânia, temos presença confirmada de mulheres de 21 Estados, cerca de setenta convidadas já confirmadas, além das goianas. Também confirmaram presença, a Ministra do Superior Tribunal Militar (STM), Maria Elizabeth Rocha, a Ministra do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Eliana Calmon, a Ministra do Tribunal Superior do Trabalho (TST), Delaíde Miranda Arantes, o Presidente do Tribunal de Justiça de Goiás, Walter Carlos Lemes, o Procurador Geral de Justiça de Goiás, Aylton Flávio e várias outras autoridades.

A nova diretoria nacional que será empossada dia 14/02 em Goiânia e formada por mulheres de grande representatividade jurídica em Goiás e no Brasil, compondo a nova diretoria mulheres advogadas, juízas e promotoras de justiça. A Associação será presidida pela advogada e professora Manoela Gonçalves Silva.

Para a Presidente da ABMCJ Dra. Manoela Gonçalves Silva, a nova diretoria atuará no próximo triênio com mais ênfase nas parcerias, com órgãos públicos do governo federal, estadual e municipal contra a violência feminina. “Iremos fortalecer ações integradas com as Secretárias e Conselhos das Mulheres. É necessário mudar a cultura de feminicidio que existe hoje em todo Brasil, uma raiz de violência. Isso só será possível por meio da educação, com projetos nas escolas, para a família, entidades, ongs e associações. Não basta punir com a Lei Maria da Penha é preciso influenciar a futura geração para a punição não seja necessária ”, esclarece.

SERVIÇO:

Data:  14 de fevereiro 2020

Horário: 19h30

Local: Centro Educacional – Sesc.

Endereço: Av. C – 128, n° 224 –Jardim América – Goiânia – Goiás.