A terceira edição da academia Canto em Trancoso já tem data para acontecer: 2 a 8 de julho. Os interessados em participar dessa oportunidade profissionalizante podem se inscrever de 3/4 a 3/5. A academia é mais um projeto do Mozarteum Brasileiro, em parceria com a Chorakademie Lübeck, para fomentar a música clássica no Brasil e dar oportunidades a jovens talentos do canto lírico de se aprimorarem com profissionais estrangeiros, com chances de estudarem no exterior. As aulas acontecerão em Trancoso – BA, no Teatro L’Occitane. Um concerto de encerramento será realizado no dia 8 de julho, às 18h30, com a Orquestra Acadêmica Mozarteum Brasileiro.

A seleção para a academia está aberta para jovens entre 17 e 28 anos. As audições serão realizadas por meio de vídeos e uma comissão de avaliação selecionará 50 inscritos para receberem bolsa completa (transporte aéreo e terrestre, hospedagem e alimentação). Aqueles que não forem selecionados poderão participar das atividades como ouvintes.

Como nos anos anteriores, os alunos terão aulas individuais com Rolf Beck, maestro e diretor artístico da Chorakademie Lübeck; com Lucia Duchonova, mezzo-soprano eslovena indicada ao Grammy 2010, na categoria Melhor Vocal; com Francisco Campos Neto, professor da USP; e com o holandês Marcel Boone, professor da Hochschule für Musik, de Basel. Durante os seis dias de academia serão aplicadas técnicas de canto e interpretação e no final será realizado um concerto de encerramento com todos os bolsistas e a Orquestra Acadêmica Mozarteum Brasileiro.

Os estudantes que mais se destacarem durante a semana acadêmica serão selecionados para uma bolsa de estudos na Alemanha, junto aos cantores permanentes da Chorakademie Lübeck. “Um dos nossos principais objetivos é estimular jovens talentos de todas as nações a se aperfeiçoarem na arte do canto”, explica Rolf Beck. “É uma satisfação proporcionar essa oportunidade aos jovens cantores brasileiros, pois eles terão uma semana inteira de aulas e workshops com profissionais mundialmente renomados; e essa troca de experiência é fundamental para a formação deles”, reforça Sabine Lovatelli, presidente do Mozarteum Brasileiro.

Onze jovens das duas edições anteriores da academia foram convidados para estudar na Alemanha, como bolsistas, e garantem que a experiência não fica restrita apenas às aulas: “Aproveitei a viagem para fazer audições em Paris e Stuttgart, estabelecendo contato com outros maestros e estreitando laços para iniciar estudos e trabalhos na Europa”, comenta Bruno de Sá, selecionado em 2015. “Sem dúvida essa atitude de fomentar a educação de jovens artistas é algo inovador e que merece o devido reconhecimento. Espero que eu possa fazer parte de outros projetos e parcerias com o Mozarteum Brasileiro”, completa o cantor.

Serviço

ACADEMIA Canto em Trancoso
Chorakademie Lübeck
Rolf Beck, direção e regência

Inscrições – 50 bolsas de estudos integrais: de 3 de abril a 3 de maio, pelo site do Mozarteum Brasileiro (www.mozarteum.org.br), gratuitas.

Audição: Gravar um vídeo entre cinco e dez minutos, no máximo, com uma ária de Bach ou Händel + uma ária de Mozart + uma ária de livre escolha, com acompanhamento de piano (obrigatório). O vídeo deve ter apresentação pessoal em inglês (nome, idade, naipe, por que quer participar da academia e suas expectativas).

– Data da academia: de 2 a 8 de julho.

– Professores: Rolf Beck, Lucia Duchonova, Francisco Campos Neto (USP) e Marcel Boone (Hochschule für Musik de Basel, Suíça).

Concerto de encerramento com:
Orquestra Acadêmica Mozarteum Brasileiro
Rolf Beck, regência
Lucia Duchonova, mezzo soprano
Alunos solistas selecionados
Coro

Data: 08/07 (sábado), às 18h30.

Ingressos: R$30,00

Local: Teatro L’Occitane

APOIO: Groupe L’Occitane, Teatro L’Occitane, Vale + Cultura
REALIZAÇÃO: Mozarteum Brasileiro e Ministério da Cultura

Sobre o Mozarteum Brasileiro
36 anos dedicados a projetos educacionais e à promoção da música clássica

Fundado por Sabine Lovatelli e Claude Sanguszko em 1981, o Mozarteum Brasileiro surgiu com o compromisso de levar ao público o que há de melhor no mundo da música. Instituição sem fins lucrativos, tornou-se em pouco tempo uma das mais importantes associações culturais do país. Além da produção de grandes concertos, o Mozarteum Brasileiro desenvolve atividades educativas voltadas ao aprimoramento musical de jovens talentos e à formação de plateias, como as masterclasses, palestras no Clube do Ouvinte, matinês para crianças, concertos ao ar livre e bolsas de estudo que já beneficiaram cerca de 240 jovens com aulas nas melhores academias internacionais. Ao longo de sua trajetória, a instituição já trouxe ao Brasil algumas das maiores orquestras do mundo, como as filarmônicas de Berlim, Viena, Munique e Nova York, além de respeitadas companhias de dança, solistas, grupos de câmara, coros e regentes de prestígio internacional.

Sobre a Chorakademie Lübeck
A Chorakademie Lübeck varia em tamanho, dependendo da obra a ser executada e do país onde se apresenta. Mas não varia na busca constante por novos cantores ao redor do mundo. Autônoma, identifica oportunidades para criar um novo e independente perfil, firmando-se como um pool de talentos que visa atingir a excelência. O coral está em seu melhor nível técnico desde 2002, quando começou como parte do Schleswig-Holstein Music Festival. Seus solistas simbolizam uma ideia internacional livre e unificada que vai além de fronteiras e diferenças raciais, motivada pelo senso de filosofia e processo criativo comum.

Sobre Rolf Beck
A magnífica premiere mundial de St. Luke Passion, de Penderecki, na Münster Cathedral da Alemanha em 1966, foi decisiva para o então jovem estudante de Direito Rolf Beck perseguir seu entusiasmo pela música clássica. Após se formar advogado, ele começou a estudar com Helmuth Rilling e, em 1972, fundou o Marburg Vocal Ensemble, que logo ganhou vários prêmios nacionais e internacionais e se tornou um dos principais corais alemães. Beck também fundou o coral da Bamberg Symphony Orchestra, que teve performance de sucesso similar. Em 2002, como diretor artístico do Schleswig-Holstein Music Festival, criou uma academia coral, que participou de várias turnês na Alemanha e no exterior. Em 2014, o grupo se tornou a Chorakademie Lübeck. (Press Services Soluções Integradas em Comunicação)