“Alguém de dread no Outback” nasceu da necessidade de confrontar rótulos. Pessoas não são produtos e produtos não fazem de você uma pessoa melhor ou pior. (Na teoria.)

 GRAU

“Mano, eu vi uma família daquelas que cê vê em rótulo de margarina entrando no restaurante, e um cara de dread saindo, a reação do chefe de família foi de desviar a rota puxando o filho pelo braço.” explica o músico Grau, sobre Alguém de dread no Outback.

Usando estereótipos para questionar estereótipos, em sua primeira mixtape, o rapper goiano, Grau, despeja senso crítico nas musicas, oferecendo ao ouvinte uma viagem de introspecção, via batidas hipnotizantes e rimas recheadas de técnica, o que lhe é peculiar.

Alguém de dread no Outback  tem 7 faixas, que supersticiosamente serão lançadas hoje,  07/07/2017, às 7 da noite, e mesclam o que há de mais atual no cenário do rap com a originalidade do artista. Instrumentais tocados, trap, boombap 90’s, dão ritmo a poesia que é entregue em metáforas, analogias, punchlines e sentimento.

Toda a produção deste trabalho é independente, e conta com a direção musical de “Nulo Void” engenheiro de som que em menos de um ano no mercado, já trabalhou com grandes nomes do cenário musical, como Trap BR, citado nos maiores sites de rap nacional.

Além da mixtape o rapper promete singles, clips e feats no decorrer desse ano. Além, é claro, expandir sua linha de produtos segmentados a cultura hip-hop.  “Tomara que me sintam, da mesma forma como eu quando sinto os mcs que me inspiram. Tomara que a minha música chegue em quem precisa da minha música.” finaliza.

Alguém de dread no Outback é um projeto inteiramente digital e estará disponível em duas plataformas,youtube.com/GRAU soundcloud.com/GRAU (Jordão Vilela)