Além do curso de teatro com Cláudia Simone (CTO-RJ), o Teatro de bolso Cidade Livre também receberá o espetáculo Umas e outras e a pré estreia da peça Criança não trabalha! 

ClaudiaSimone_fotoFacebook

No próximo final de semana, os adolescentes e jovens do Ponto de Cultura Cidade Livre, de Aparecida de Goiânia, receberá o mini-curso de Teatro do Oprimido com a Curinga Cláudia Simone, da rede internacional Madalenas Anastácias. A atividade está sendo realizada pelo Núcleo Ocupa Madalena e Grupo Transas do Corpo, de Goiânia, como parte do projeto Circuito da Diversidade na Escola e na Comunidade, em parceria com o Ponto de Cultura Cidade Livre, que mantém atividades teatrais com adolescentes e jovens de Aparecida desde 2004.

Cláudia Simone é integrante do Centro de Teatro do Oprimido do Rio de Janeiro (CTO-RJ) e uma das criadoras do Laboratório Madalenas Anastácias, que desenvolve ações teatrais voltadas para o combate ao racismo e para o fortalecimento das mulheres negras. Atualmente, Claudia, vive na França e estará em Goiânia e Aparecida entre os dias 19 e 22 de janeiro. Nos dias 19 e 20, realizará oficina de aprofundamento na técnica Teatro Jornal, de Augusto Boal, para multiplicadoras do Núcleo Ocupa Madalena e convidadas e nos dias 21 e 22, oficina de criação teatral a partir da mesma técnica com os participantes do Ponto de Cultura Cidade Livre.

Ambas oficinas serão multiplicadas em ações do Circuito da Diversidade em escolas públicas de Goiânia e Aparecida neste primeiro semestre de 2017.  Todas as atividades são gratuitas e fazem parte do projeto Circuito da Diversidade na Escola e na Comunidade, com apoio do Global Fund For Women e Fundo Brasil de Direitos Humanos.

Sobre Claudia Simone:

Claudia Simone do Santos Curinga do Teatro do Oprimido , Diretora Artística de Pas à Passo Théâtre de L’Opprimé, Madeleine- Amiens, Madeleine en Mouvement na França. Ativista do Coletivo Madalena-Anastácia, da Companhia Internacional TOgether , da Red Internacional Madalena e da Rede Latino Americana de TO. Atuou no Centro de Teatro do Oprimido , sob direção de Augusto Boal , durante 10 anos, participando ativamente em diferentes projetos, colaborando com a construção do programa de Teatro do Oprimido na Saúde Mental e na pesquisa/concepção da Estética do Oprimido

AGENDA DO TEATRO DE BOLSO CIDADE LIVRE

De volta das férias, a agenda do Teatro de bolso Cidade Livre (TbCL) em Janeiro traz dois espetáculos, sempre de forma gratuita.

Com pesquisa/adaptação/texto e direção de Mauri de Castro, o espetáculo Coisando o Trem da Cia. Bandeirante de Teatro abrirá as pautas desse ano no dia 21 às 19 h 30 min.

O espetáculo é um pretexto para o ator e comediante Eurípedes de Oliveira bater um papo com a plateia sobre os mais variados assuntos, todos eles muito sérios, mas que são tratados com bastante leveza e humor.

Assim, é que o ator Eurípedes de Oliveira discorre sobre a lei da atração, sobre a lei da telefonia, lei das unidades e medidas, lei da saúde e passeia pelo Stand Up, fazendo uma crítica satírica aos numerosos pseudos humoristas, militantes desse tipo de comédia que virou, à custa do riso fácil e digestivo, um gênero de humor. Censura: 14 anos.

Com direção de Takaiuna Correia e texto de Jefferson Lobato no último sábado desse mês, 28, o TbCL receberá a pré estreia da peça Criança não trabalha.

O espetáculo infantil e socioeducativo tem como tema gerador o trabalho infantil, trazendo presente outros objetos para a discussão, de forma transversal e lúdica, como: respeito às diferenças, bullying e dificuldade de aprendizagem. Os assuntos são trabalhados sob a ótica dos espaços de ocupação da criança: a casa, a rua e a escola.

Buscando provocar de forma divertida o espetador-cidadão, agente de transformação social, em defesa das garantias dos direitos das crianças, o espetáculo brinca com várias linguagens, tendo a presença do teatro de bonecos, dança e música, assim como também transita entre o drama e a comédia. A apresentação se propõe a ser um lugar de encontro e aprendizado, então vamos aprender sobre os direitos das crianças? Porque criança não trabalha! (Pablo Lopes)

Serviço:

Espetáculo: Coisando o Trem!
Grupo/Cia.: Cia. Bandeirante de Teatro
Censura: 14 anos
Dia/Horário: 21/01 às 19h 30min
Local: Teatro de bolso Cidade Livre

Espetáculo: Criança não trabalha
Grupo/Cia.: Ponto de Cultura Cidade Livre
Censura: Livre
Dia/Horário: 28/01 às 19h 30min
Local: Teatro de bolso Cidade Livre