Em clima de festas juninas, nada melhor do que aguçar o paladar com as delicias que nesse período têm uma atenção maior. Pensando em satisfazer o paladar dos goianos, o chef Pedro Ernesto, responsável pelo cardápio do restaurante Rosas Cozinha e Sentimento, preparou duas receitas fáceis de fazer.

Bolinho de Milho com Lascas de Pequi e a Canjica com Farofa de Amendoim e Melaço de Cana (2)
Bolinho de Milho com Lascas de Pequi e a Canjica com Farofa de Amendoim e Melaço de Cana

Será ensinado uma opção salgada e outra doce: o Bolinho de Milho com Lascas de Pequi e a Canjica com Farofa de Amendoim e Melaço de Cana. “Qualquer um consegue preparar esses dois pratos que eu vou ensinar, mesmo aquela pessoa que não tem experiência alguma na cozinha. Mas se mesmo assim não conseguir fazer, é só vir ao restaurante que todos os dias estou preparando uma receita diferente”, explicou o chef.

Saiba mais sobre os pratos e faça você mesmo

O bolinho de milho frito é uma receita direto da roça, com ingredientes simples, típico do Goiás. Já a canjica, que também é conhecida como mungunzá, é uma iguaria doce feita de grãos de milho-branco levemente triturados, cozidos em um caldo contendo leite de coco ou de vaca, açúcar, canela em pó ou casca, e cravo-da-índia. O prato faz parte da culinária nordestina, onde é apreciado durante todo o ano, diferentemente de outras iguarias de milho, que são geralmente feitas no período junino.

O munguzá é também comumente feito em várias partes do País, tendo denominações e preparos diferentes, inclusive a versão salgada do Ceará, o qual leva ingredientes semelhantes aos da feijoada. No Sudeste do Brasil o mesmo prato é denominado canjica. Já nas religiões afro-brasileiras, um prato semelhante, mas sem tempero nem sal, recebe a denominação de mukunza ou, mais comumente, ebô, uma comida ritual na cultura Jeje-Nagô. (Johny Cândido)

Bolinho de milho com lascas de pequi

Ingredientes:
1 kg de massa de milho
2 colheres de salsinha
1 colher de cebolinha
1 pimenta bode picada
2 pimentas de cheiro picadas
2 colheres de sopa de pequi em lascas
Queijo a gosto

Modo de preparo:

Em uma vasilha colocar a massa de milho, as pimentas picadas, acrescentar salsinha e cebolinha, sal a gosto, queijo ralado a gosto e o pequi picado. Misture todos os ingredientes até ficar com consistência homogênea. Após isso é só enrolar no modo “Quenelle” feito com o manuseio de duas colheres. Depois é só fritar e se deliciar

Canjica com farofa de amendoim e melaço de cana

Ingredientes:
500grm de canjica branca
500 ml de leite
250 ml de leite de coco
395 gramas leite condensado
10 cravos
2 paus de canela
Casca de 1 laranja
Casca de 1 limão
Melo de cana a gosto

Modo de preparo:

Cozinhar a canjica com 3 litros de água, os cravos, canela e a casca da laranja por 40 min e reserve em uma panela. Para fazer o creme da canjica: colocar o açúcar em outra panela e cozinhar até virar uma calda. Depois acrescente o leite condensado, leite de coco e o leite, e deixe engrossar por 10 min ou ao ponto desejado. Acrescente a canjica e uma casca de limão para aromatizar – servir com farofa de amendoim e melaço de cana.

Cardápio junino
Onde: Restaurante Rosas Cozinha e Sentimento (Rua Dois, 488, Quadra F1, Lote 43, Setor Oeste, Goiânia)
Horário de funcionamento: das 11h30 até às 14h30, de segunda a sábado
Informações: (62) 3223-5676