Já está nos polos de capacitação a ver­são física do novo material didático do programa Aprendiz Legal, que tem como principal objetivo alinhar ainda mais a teoria à prática na empresa, para maior efetividade no de­sempenho dos jovens.

A nova proposta foi apresentada pelo CIEE e pela Fundação Roberto Marinho (FRM) a empresas, no final de março, em São Paulo/SP, e recebida com elogios. “A proposta atinge as necessidades dos jovens”, afirma Elaine Carlini, coordenadora de di­versidade do Grupo Pão de Açúcar.

Para Neusa Maria Gomes, coordenadora de re­crutamento e seleção do Sebrae-SP, a ade­quação do material é tão importante “que pode fazer a diferen­ça na formação dos futuros profissionais”. A mudança da metodologia, que já está em vigor, também surpreendeu os aprendizes, que comemoraram nas salas de aula, numa ação chamada de Dia da Virada. (Lucíola Correa)