Valdevane Rosa

De acordo com especialistas em terapias alternativas, que participam nesta próxima quarta-feira (09/10) de mais uma edição do Papo com Conteúdo, doenças são resultado de males que afligem a mente e geram disfunções energéticas


“Terapias alternativas na busca do autoconhecimento e da autocura”, esta é a proposta de tema para mais uma edição do projeto projeto Papo com Conteúdo, promovido pelo Grupo Toctao, na Casa Conceito do Plateau d’Or, espaço localizado no Setor Marista. O bate-papo aberto ao público será realizado na próxima quarta-feira (09/10), a partir das 15h, sob o comando da digital influencer Andrea Melo Scodro, fundadora do perfil no Instagram @mamynatureba. 

Para tratar sobre o tema, a Andrea recebe a terapeuta thetahealer Rafaella Lourenço, especialista na técnica meditativa e de cura energética, que ensina a identificar e liberar crenças e padrões de comportamento que te impedem as pessoas de serem felizes. A influencer também recebe a terapeuta prânica Camila Moreira, especialista em técnica que usa o “prana” ou energia da vida para acelerar o processo de cura. Participa ainda da conversa a fisioterapeuta e especialista em biomagnetismo Regiane Oliveira. A entrada no evento é gratuita e para participar é preciso fazer inscrição na plataforma Sympla.

Rafaella Lourenço é advogada e atualmente concilia a profissão com a atividade de terapeuta thetahealer. Ela conta que se apaixonou pela terapia quando adotou a prática em sua vida, conseguindo por meio dela superar muitas crenças que ela chama de limitantes. Segundo ela, a thetahealing foi criada por Vianna Stibal, uma americana que conseguiu se curar de um câncer por meio de uma técnica meditativa que leva ao relaxamento profundo, ativando assim conexões com as ondas cerebrais, o permitindo o acesso ao subconsciente. De acordo com a especialista, a prática é recomendada para tratar tratamentos de medos, traumas e enfermidades que são geradas por consequência de desordens na mente. “Entendemos que a doença do corpo físico é resultado de somatizações. Toda doença tem uma raíz, uma razão, que acontece primeiro na mente”, explica. 

Energia vital

Já a terapeuta prânica e aroma terapeuta Camila Moreira promete destacar no evento da próxima quarta-feira a importância do autoconhecimento como auxílio na cura de vários males físicos. Segundo ela, a proposta para uso da energia prânica é restabelecer o equilíbrio dos chamados chakras, que são centros de energia, que segundo algumas tradições orientais, estão localizados na coluna vertebral e se referem a diferentes aspectos da natureza humana. Camila explica que a ideia é levar o paciente a se conectar com seu propósito de vida. De acordo com a terapeuta, a técnica de origem oriental foi criada pelo cientista chinês Choa Kok Sui, na década de 1980 e ainda é pouco difundida no Brasil. 

A terapia prânica atua na prevenção de doenças mas também serve como tratamento complementar. A técnica de energização é feita por meio da transferência de energia do terapeuta com a imposição de mãos. Além disso, segundo a especialista, é preciso manter um estilo de vida saudável para que a energia se mantenha estável. “A terapia auxilia no caminho da autocura, mas a grande transformação é responsabilidade do paciente, que precisa adotar um estilo de vida mais saudável. Buscar mais contato com a natureza, ter uma alimentação mais equilibrada, praticar atividade física e  reduzir o estresse”, orienta. 

O quê: Bate papo sobre “Terapias alternativas na busca do autoconhecimento e autocura”. 

Onde: Casa Conceito Plateau d’Or, Alameda Ricardo Paranhos, Setor Marista.

Quando: 09 de outubro, das 15 às 18 horas.

Como: Participação gratuita, mediante inscrição pelo Sympla. Vagas limitadas.  

Link para inscrições: https://www.sympla.com.br/papo-com-conteudo–terapias-alternativas__654030