(divulgação)

Jornalismo Basileu França

O espetáculo será em parceria com a Orquestra Sinfônica Jovem de Goiás

                A Coordenação de Dança da Escola do Futuro de Goiás em Artes Basileu França, instituição vinculada à Secretaria de Estado de Desenvolvimento e Inovação (SEDI), apresenta mais uma sessão das Suítes de “O Quebra-Nozes”, no próximo sábado (12), às 15 h. O tradicional espetáculo de Natal será transmitido pelo canal do youtube.com/basileufrancaartes.

                O Balé do Teatro-Escola Basileu França e a Orquestra Sinfônica Jovem de Goiás (OSJG), também ligada à Escola de Arte, se preparam para mais duas apresentações. Dessa vez, nos dias 18 e 19 de dezembro, no Teatro Basileu França.

                Devido à pandemia de Covid-19, a presença de público não será liberada. É importante ressaltar, ainda, que os ensaios continuam sendo realizados respeitando-se todas as medidas de prevenção à doença, determinadas pelos órgãos de Saúde.

                A Coordenadora da Área da Dança e Diretora Artística do espetáculo, Simone Malta, continua reforçando a relevância das parcerias e suas continuidades, como a da Orquestra Sinfônica Jovem de Goiás e outras instituições, em que a apresentação é de extrema importância para os bailarinos e para o público, pela contribuição artística expressiva para esses tempos de distanciamento. Dessa forma, a Dança do Basileu França continua a se expressar, avançando nas produções que envolvem a formação em Dança.

Sobre o Balé do Teatro-Escola

O Balé do Teatro-Escola Basileu França foi fundado em 2007 pela bailarina e professora Simone Malta, sendo dirigido também pela profissional. Consagrado por oferecer a jovens e adolescentes oportunidades para a formação e desenvolvimento profissional na área de Dança, o balé é destaque internacional, sendo solicitado, constantemente, para apresentações em aberturas de festivais no Brasil e em diversos outros países.

Dezenas de bailarinos são formados no ITEGO em Artes Basileu França e ganham destaque nos cenários nacional e internacional. Dessa forma, realizam sonhos por passarem a integrar as mais expressivas Companhias do mundo.

Desde 2012, os balés são produzidos pela Coordenação de Dança do ITEGO em Artes Basileu França. Neste ano, há a perspectiva de que possa haver a produção do 10º Balé de Repertório. 

O Balé do Teatro-Escola Basileu França conta com a parceria da Orquestra Sinfônica Jovem de Goiás (OSJG), que acompanhou a todos os balés de repertório produzidos. Os maestros regentes foram: Eliseu Ferreira, Jânio Matias e Eliel Ferreira.

Sobre a Escola do Futuro em Artes Basileu França

A Escola do Futuro em Artes Basileu França teve origem em 1967, na Escola de Artes Veiga Valle. A instituição possui como missão oferecer capacitação artística, desde o início até a formação superior, nas seguintes áreas: Arte Educação, Arte Inclusão, Artes Visuais, Circo, Dança, Música, Superior de Tecnologia em Produção Cênica e Teatro. Atualmente, diversos grupos da Escola de Arte são reconhecidos nacional e internacionalmente, como o Balé do Teatro-Escola Basileu França, a Orquestra Sinfônica Jovem de Goiás (OSJG), dentre outros.