Jornalismo Basileu França

(divulgação)

Na Arte, são várias as possibilidades de negócios com base no capital intelectual e cultural que geram valor econômico

Dando continuidade ao projeto “Conecta – Compartilhando Saberes”, a Escola do Futuro em Artes Basileu França, ligada à Secretaria de Desenvolvimento e Inovação (SEDI), realiza mais uma live nesta terça-feira (15), às 19h, com o tema “A potencialização da economia criativa em tempos de inovação e reinvenção”. A transmissão ao vivo acontecerá pelo Facebook: @basileufrancaartes.  

                O evento online contará com a participação da professora de artesanato sustentável do Basileu França e artesã, Eliane Paniago, e da professora de artesanato – vidro em fusão do Basileu França e artista visual, Maria Aline, sob mediação do diretor, produtor, ator e professor do Basileu França, Rafael Blat.

                Ao longo do tempo, o conceito de economia criativa tem sido bastante difundido na sociedade e tem possibilitado, a muitas pessoas, a geração de uma renda extra, ou, até mesmo, de uma renda principal. Isso porque ela permite que seja gerado um valor econômico agregado às ações criativas, culturais e intelectuais.

Atualmente, vivenciamos a maior crise do século e a economia criativa tem desempenhado um papel extremamente importante em muitos lares em todo o mundo. No campo artístico, são diversas as possibilidades de se empreender. Seja no artesanato, na pintura de telas, entre outras opções. Na ocasião, portanto, serão abordados o conceito de economia criativa, as possibilidades de negócios dentro da Arte, gestão e geração de renda.

Sobre o projeto “Conecta – Compartilhando Saberes”

O “Conecta – Compartilhando Saberes” é uma iniciativa da Produção Cultural e Comunicação do ITEGO em Artes Basileu França, que traz um novo formato de lives 100% virtuais para informar e entreter o público amante da Arte durante o período de distanciamento social ocasionado pela pandemia do novo coronavírus.

Cabe salientar que o projeto “Conecta – Compartilhando Saberes” abrange a campanha “Arte Solidária”. Esta ação foi criada pela Associação de Pais e Mestres do Basileu França, com o apoio da Escola do Futuro em Artes Basileu França e visa arrecadar alimentos para beneficiar a classe artística, em que muitos se encontram em situação de vulnerabilidade por conta da crise provocada pela pandemia. As doações podem ser feitas no Basileu França, situado à Avenida Universitária nº 1750, no Setor Leste Universitário. Já para aqueles que pretendem se cadastrar e ser um(a) beneficiário(a) da campanha, basta acessar o seguinte endereço eletrônico: www.basileufranca.com.br/soulidario.

Sobre a Escola do Futuro em Artes Basileu França

A Escola do Futuro em Artes Basileu França teve origem em 1967, na Escola de Artes Veiga Valle. A instituição possui como missão oferecer capacitação artística, desde o início até a formação superior, nas seguintes áreas: Arte Educação, Arte Inclusão, Artes Visuais, Circo, Dança, Música, Superior de Tecnologia em Produção Cênica e Teatro. Atualmente, diversos grupos da Escola de Arte são reconhecidos nacional e internacionalmente, como o Balé do Teatro-Escola Basileu França, a Orquestra Sinfônica Jovem de Goiás (OSJG), dentre outros.