O país estará representado por 18 editoras apoiadas pelo Brazilian Publishers e autores brasileiros

 

A partir de 26 de novembro, começa a 30ª Feira Internacional do Livro de Guadalajara, a maior dentre as nações hispano-americanas e a principal porta de acesso aos mercados estratégicos da América Latina e Estados Unidos. Assim como nos anos anteriores, o Brasil estará representado por um estande do Brazilian Publishers, projeto da Câmara Brasileira do Livro em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil).

Este ano, a participação do Brasil contará com 18 editoras de diferentes segmentos, em um estande de 90m². Com o objetivo de ampliar a presença da produção editorial brasileira no exterior, os expositores poderão ter contato com profissionais de 44 países para apresentar seus livros e negociar direitos autorais. “Este ano a América Latina é a convidada de honra da Feira de Guadalajara. Por isso, as obras, editoras e autores brasileiros estarão ainda mais em destaque no evento. Sabemos que a participação do Brasil irá gerar bons retornos de visibilidade e negócios para as editoras participantes. ”, afirma Luís Antonio Torelli, presidente da Câmara Brasileira do Livro.

O balanço positivo registrado na Feira do Livro de Frankfurt deste ano, que gerou 620 mil dólares em exportação de direitos autorais e livros físicos – realizados durante o evento e previstos para os próximos 12 meses, reforça a expectativa positiva das editoras brasileiras com relação ao sucesso do evento em Guadalajara. “Estamos trabalhando fortemente para fortalecer nossa atuação como exportadores de conteúdo. Vendo o ótimo resultado que obtivemos em Frankfurt, acreditamos que em Guadalajara não será diferente. Nossa expectativa é nos aproximarmos do valor negociado na última edição, de 280 mil dólares. ”, destaca o gerente de Relações Internacionais da CBL, Luiz Alvaro Salles Aguiar de Menezes.

Além das editoras, o país estrará presente no Projeto Destinação Brasil, que contará este ano com a participação de treze autores brasileiros. Entre eles, Afonso Borges, Stella Florence e Carol Bensimon irão a convite do evento e do projeto Brazilian Publishers. Eles serão responsáveis por retratar a diversidade do País em debates durante os três primeiros dias de evento. (Edelman  Significa.)