Vereadora Cristina Lopes, Sara Araújo e Aline Araújo. (arquivo pessoal)

Na última quinta, 14, foi realizada na Câmara Municipal de Goiânia sessão especial em comemoração ao Dia Internacional da Mulher. As vereadoras Cristina Lopes, Leia Klébia, Priscilla Tejota, Sabrina Garcêz e Tatiana Lemos homenagearam mais de 30 mulheres com diplomas de honra ao mérito pelos relevantes serviços prestados à sociedade no combate à violência contra mulher. Entre as homenageadas, a cantora Sara Araújo, que realizou apresentação durante a cerimônia ao lado da filha, a harpista Aline Araújo. A orquestra de violinos Cajuzinhos do Cerrado, também prestou homenagem as presentes. 

Na ocasião,  foi entregue à soldado Ana Gabriela Moreira Rios Albuquerque, da Polícia Militar de Goiás – PM-GO, a Comenda Consuelo Nasser. Ela é a única mulher da PM-GO a concluir o Curso de Operações de Choque – um dos mais difíceis em termos físicos, técnicos e psicológicos dos cursos existentes na corporação – para ingressar no Batalhão de Choque.

Sara Araújo – Foi a primeira cantora a gravar discos gospel no Brasil e chegou a cantar no mesmo palco que Elis Regina, nos festivais da TV Tupi.

Orquestra Cajuzinhos do Cerrado –  O grupo é formado por 40 crianças com idade entre 8 e 11 anos da Escola Rural Municipal Santa Terezinha. Na ocasião mostrou um pouco do que apresentarão no 8º Festival de Música de Trancoso, no próximo dia 23.

Comenda Consuelo Nasser – Foi aprovada em fevereiro de 2012 a comenda que leva o nome de Consuelo Nasser, como forma de imortalizar a história e a luta pelas vítimas da violência social realizada pela jornalista, advogada, feminista e fundadora do Centro de Valorização da Mulher – Cevam. A partir de 2014, depois de nove anos de tramitação e de grande pressão da bancada feminina da Câmara Municipal de Goiânia, 35 mulheres que atuam no combate ao desrespeito contra a mulher passaram a receber a honraria anualmente. (Patricia Finotti)