NR-7 Comunicação / Déborah Lima

(divulgação)

Quarta série do “Causando Encontros” aborda o tema “Combate à violência doméstica” neste 29 de julho, com a participação de Ana Paula Rodrigues, Gabriela Manssur e Mafoane Odara

Com o panorama mundial atual, o que era tendência para as marcas virou praticamente uma urgência, no que diz respeito às causas sociais. As empresas precisam, cada vez mais, identificar demandas da sociedade e utilizar o poder de realização para atuar como agentes de transformação. Pensando nisso, a Catraca Livre e o Festival Path se uniram para promover uma série de lives que vão conectar líderes dessas empresas a protagonistas de lutas por diferentes causas da nossa sociedade.

Serão abordados temas como o “combate ao racismo estrutural”, “saúde mental”, “geração de renda” e “preservação ambiental”, sempre com a participação de um moderador, que construirá a ponte entre os convidados, líderes de grandes marcas e os agentes de transformação da causa em questão. Entre os participantes confirmados estão: Luana Génot, CEO da ID_BR (Instituto Identidades do Brasil); Adriana Barbosa, CEO da PretaHub e fundadora da Feira Preta; Christiane Silva Pinto, Gerente de Marketing no Google Brasil e fundadora do Comitê AfroGooglers; Estela Renner, escritora da série Aruanas da TV Globo; Nohoa Arcanjo, co-fundadora da plataforma Creators; Ana Paula Rodrigues, Diretora de Marketing do Magazine Luiza; Gabriela Manssur, promotora de justiça; Mariângela Savoia do Instituto de Psiquiatria do HC – USP; e Mariana Ferrão, jornalista e empreendedora.

“A ideia desse projeto é intensificar as ações sociais positivas das grandes marcas de acordo com o que temos de mais urgente na sociedade. Ou seja, queremos dar voz às lutas de uma forma mais direta, construindo caminhos para a transformação de causas como saúde mental, combate à violência doméstica, preservação ambiental, geração de renda, entre outros”, afirma Marcos Dimenstein, Diretor Executivo da Catraca Livre.

Com apoio das entidades sem fins lucrativos IAB Brasil (Interactive Advertising Bureau) e ID_BR (Instituto Identidades do Brasil), o projeto contará com um total de cinco encontros, sendo cada semana um assunto e convidados diferentes. A quarta série, que acontece no próximo dia 29, abordará o tema “Combate à violência doméstica”. A partir de 18h30, Ana Paula Rodrigues, Diretora de Marketing do Magalu, Gabriela Manssur, Promotora de Justiça e Fundadora do Instituto Justiça de Saia, e Mafoane Odara, Gerente do Instituto Avon, se reúnem para falar sobre como as empresas podem – e devem – agir para combater essa triste realidade que atinge não só muitas consumidoras, como as próprias funcionárias. Além de abordar como a formalização do apoio às vítimas, a criação de medidas e a alocação de verbas são medidas essenciais para que empresas possam ter um papel relevante no combate à violência doméstica.

“Sabemos que, mais do que nunca, é tempo de as marcas pensarem não somente na sua individualidade, mas também no seu papel perante a comunidade. Muitas marcas acreditam que é necessário inventar novos caminhos para solução de questões sociais quando, na verdade, já existem diversas iniciativas relevantes e profissionais experientes que precisam de apoio e recursos para ampliar seu impacto. Com o “Causando Encontro” pretendemos, além de criar um ambiente de discussão e inspiração, despertar essas conexões”, explica Fernanda Nave, sócia e diretora do Festival Path.

O “Causando Encontros” é direcionado aos profissionais e estudantes das áreas de comunicação, marketing, sustentabilidade, responsabilidade social corporativa e recursos humanos. As lives acontecerão pela plataforma Zoom e poderão contar com até 1.000 participantes, cada. As inscrições são gratuitas e os detalhes e links para a inscrição de cada encontro podem ser conferidos em http://catracalivre.com.br/marke ting-de-causa

Programação completa:

08/07, às 18h30 – Combate ao racismo estrutural – realizada

15/07, às 18h30 – Preservação ambiental – realizada

22/07, às 19h – Geração de renda – realizada

29/07, às 18h30 – Combate à violência doméstica

05/08, às 18h30 – Saúde mental