Giro Comunicação

Com clipe em fase de produção, música “Mãe” poderá ser ouvida nas plataformas de streamings de a partir de 10 de dezembro 

O rapper goiano Donato no Relato disponibiliza a partir do dia 10 de dezembro, a sua mais nova música:  “Mãe”, que traz uma letra de apelo para realidade de tantas mulheres e famílias brasileiras que enfrentam a violência dentro de casa. A história retrata a infância difícil do artista criado em um ambiente hostil no qual o pai agredia fisicamente e verbalmente a mãe diante dele e dos irmãos. O clipe, ainda em fase de produção, foi gravado nas  ruas de Goiânia, nos Bairros Santo Hilário e Jardim das Aroeiras, onde o artista nasceu e foi criado. 

Para Donato,  a canção “Mãe” é um grito de alerta para as mulheres que passam por situações de violência doméstica, e ao mesmo tempo, uma palavra de apoio para as crianças que vivem essa situação.  “Sofrimento e superação. É disso que se trata minha música. A mensagem que quero passar é que não podemos ficar calados. Denuncie”, declara Donato.  

A quantidade de denúncias de violência contra mulheres que a Ouvidoria Nacional de Direitos Humanos recebeu em 2019, por meio da Central de Atendimento à Mulher – Ligue 180, só têm aumentado.  Um balanço divulgado em maio pelo Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos mostra que de 2018 para 2019, o total de tentativas de feminicídio denunciadas aumentou 74,6%. “Um ambiente violento traz traumas que eu mesmo não consigo descrever e meu desejo é que as mulheres entendam que podem se livrar disso”, pontua o artista.  

Mesmo com o clima hostil, Donato  sempre buscou apoiar a mãe e lutar para ter uma vida melhor. Hoje, adulto e com seus próprios filhos, ele decidiu transformar sua história real em canção. O clipe conta com a participação do ator Thiago Cozzatto e da bailarina Emily Naite, ambos goianos, representando o pai e a mãe de Donato.  A casa onde foi gravada é muito parecida com a realidade vivida por ele há cerca de 20 anos, e as crianças que atuam também são meninos do bairro, além do próprio filho do cantor. “Naquela época nós só tínhamos um ao outro e mesmo não tendo sofrido a violência física direta do pai, assistimos o sofrimento da mãe”.  

Donato no Relato se chama Daniel  Morais, mas assumiu um nome diferente artisticamente que, segundo ele, condiz que com seu objetivo no mundo artístico: “Meus desejo com esse trabalho especificamente é, mostrar para as crianças que existe forma de superar”, diz ele, que encarou o mundo, morou na Europa, voltou para o Brasil e agora, depois de empreender na área da estética com esposa, se viu no momento de voltar às origens musicais. 

Em Goiânia ele criou o estúdio musical e produtora  CausART, que produz suas músicas e clipes, além de apoiar novos artistas goianos. A canção “Made In Goiânia”, lançada no Youtube, com menos de um mês já ultrapassou as 100 mil visualizações (https://www.youtube.com/watch?v=Hz1GNzs5vgo). “Eu falo da dor deles. Dos sonhos. Das alegrias. Quero que minha história sirva de inspiração para a nova geração”, pontua Donato.  

Sobre o artista 

Donato é cantor de freestyle autodidata,  desde criança compõe suas rimas e já até venceu concursos do tipo. Aos 29 anos de idade é empresário, gestor de coaching, especialista em estética e estudante de jornalismo. “Se eu consegui conquistar tanta coisa, quero que os meninos que se parecem comigo possam entender que eles também podem. Nada melhor que a música e a arte para fazer isso”.