Projeto, de iniciativa da Fenae e das Apcefs, tem como mote democratizar a cultura para pessoas que não tem acesso

 

Escritor, ator, apresentador e ativista, MV BILL canta seus maiores sucessos no encerramento da Taça das Quebradas no sábado, 25 de junho às 20h no SAUS 1 Samambaia Sul  Ginásio SESC, em Brasília. A competição reúne equipes de futebol formadas por moradores de comunidades do Distrito Federal com organização da CUFA (Central Única das Favelas). O projeto Eu Faço Cultura vai distribuir 5 mil ingressos do show para os beneficiários cadastrados no site.

O projeto compra ingressos/produtos do produtor cultural ou fornecedores de cultura como as redes de cinema e distribui aos beneficiários finais, com subsídio total do Governo Federal pela Lei Rouanet. O Eu Faço Cultura é uma iniciativa da FENAE e das APCEFs, conta com a participação de milhares de empregados da ativa e aposentados da CAIXA, assim como o patrocínio da CAIXA Seguradora e da PAR Corretora.

A FENAE é responsável por diversas ações na área cultural como o Música Fenae e o Talentos Fenae/Apcef. Desde 2006, aposta no Eu Faço Cultura para transformar o empregado da Caixa em um incentivador cultural. Anteriormente, a ideia era levar atrações e oficinais para regiões carentes. Agora o projeto se transformou em uma plataforma digital, porém o objetivo continua o mesmo que é democratizar, formar plateias e dar impulso ao mercado cultural com o amparo ao pequeno e médio produtor.

A plataforma digital disponibiliza produtos culturais para populações que geralmente não tem acesso. Os perfis que podem efetuar os resgates são beneficiários de programas sociais do governo, alunos de escolas públicas, ONGs e microempreendedores individuais (MEI). Em pouco mais de seis meses de funcionamento, o projeto Eu Faço Cultura já tem cadastrados mais de 200 mil pessoas que podem usufruir dos benefícios culturais.

Para conferir a vitrine com todos as atrações culturais, acesse o site www.eufacocultura.com.br(Imagem Corporativa)