Luisa Dias

Em seu segundo dia, o Congresso Internacional Acordo Brasil – Santa Sé segue discutindo, com autoridades em Direito Canônico e comunidade ligada à universidade e à igreja católica, o documento que regula as relações entre a Igreja Católica e o Estado Brasileiro, permitindo aos operados do Direito, pessoas da Igreja e da sociedade conhecimento da lei para que possam aplicá-la nos ordenamentos sociais. O evento é organizado pela universidade, pela Arquidiocese de Goiânia e pela Associação Dom Antônio Ribeiro de Oliveira.

O tema central do congresso é Fundamentação das políticas públicas em ambiente religioso.  A programação desta quarta-feira, 4, será aberta com a conferência Ordenamentos Jurídicos Internacionais e o Código de Direito Canônico, que será proferida pelo dr. pe. Ariel David Busso, professor da Universidade Católica Argentina. Na sequência, o assessor jurídico da Conferência Nacional dos Bispos dos Brasil, dr. Hugo Sarubbi Cysneiros falará sobre Personalidade Jurídica dos Entes Eclesiásticos no Brasil. À tarde, duas mesas-redondas completam a programação.  O Congresso ainda contará, na quinta-feira, 5, com a participação do Núncio Apostólico no Brasil, dom Giovanni D’Aniello, do ministro do Tribunal Superior do Trabalho, Ives Gandra, e do juiz federal (TRF 1ª Região), dr. Leonardo Buíssa Freitas.  

O acordo

Instituído em 2008, o acordo dá amparo aos direitos essenciais para o desenvolvimento da missão da igreja católica no Brasil. Este instrumento jurídico é um dos mais importantes marcos nas relações entre Igreja e Estado no Brasil e tem sido discutido a cada dois anos com a sociedade pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil.

SERVIÇO

Quando? até 5 de setembro

Onde? Auditório Área 4 da PUC Goiás

Programação? http://sites.pucgoias.edu.br/puc/brasilsantase/

Contato: Divisão de Comunicação da PUC Goiás – 3946-1010