Pablo Santos

(divulgação)

“Os Aquarelistas” faz parte do projeto Arte no HGG e conta com obras de 13 artistas

Amaury Menezes e Sáida Cunha são os homenageados da nova exposição do projeto Arte no HGG, que terá nesta terça-feira, 10 de dezembro, um vernissage no Ambulatório de Medicina Avançada (AMA). No “Os Aquarelistas”, obras dos dois homenageados e de outros onze artistas plásticos serão expostas nos corredores do hospital. O Hospital Estadual Alberto Rassi – HGG, inclusive, já abrigou obras dos dois homenageados, que em 2015 participaram da exposição Mestres das Ruas e, em 2018, da exposição Homenagem à Célia Câmara. Os artistas participantes são Ana C. Elias, Ana Maria Ferro, B. Nogueira, Evandra Rocha, Fernando Simon, Mairone Barbosa, Márcia Sales, Regina Fernandes, Thai, Vinicius Yano e Virginia Guimarães.

Os homenageados

Com 56 anos de carreira, José Amaury Menezes, ou simplesmente Amaury Menezes, é um dos principais aquerelistas goianos. Natural de Luziânia, Amaury teve como mestres os consagrados artistas Frei Nazareno Confaloni, DJ Oliveira na Escola Goiana de Belas Artes da antiga Universidade Católica de Goiás. Entre as exposições da qual participou, no Brasil e no exterior, está a “10 Artistas de Goiás”, realizada no Museu de Arte de São Paulo (MASP) em 1966. O reconhecimento pelo trabalho desenvolvido veio com uma série os prêmios, com destaque para o Prix Lucien Martial, concedido pela Societé Internacionale da Beaux Arts, na França, em 1991.

Também com uma ligação bastante próxima de Frei Confaloni e DJ Oliveira, a artista Sáida Cunha é diplomada em Pintura, com licenciatura em Professorado de Desenho pela Escola de Belas Artes da Universidade Católica de Goiás. Recentemente, a artista lançou um livro sobre o movimento artístico em Goiânia entre as décadas de 1960 e 1980. A obra Ária das Artes tem curadoria do jornalista e poeta PX Silveira. Assim como Amaury, Saída também teve obras expostas no MASP na exposição “10 artistas de Goiás”.

O projeto

Com o intuito de promover a inclusão cultural de pacientes, acompanhantes e colaboradores, o projeto Arte no HGG, criado em 2013, também visa usar a arte como terapia alternativa para usuários do SUS que fazem tratamento no hospital, contemplando a política de Humanização da unidade. De forma voluntária, artistas expõem seus acervos em uma nova exposição, que dura entre três a quatro meses, pelos corredores deixando o hospital mais alegre e interessante. Ao final da exposição, uma obra é doada ao acervo do hospital.

Serviço
O que: Arte no HGG – Vernissage da exposição Os Aquarelistas                                                                                                                                                                                                                                                                                      
Quando: 10 de dezembro (terça-feira)
Onde: Ambulatório de Medicina Avançada – HGG
Horário: às 19h30 horas