Com produção da Paranoid e coprodução da Globo Filmes, longa começa a ser filmado em Salvador e conta ainda com os atores Wesley Guimarães, Pedro Wagner e Sérgio Laurentino

unnamed
O longa, baseado no livro homônimo de Marcello Quintanilha, começou a ser filmado em Salvador, na Bahia, tendo no elenco principal Fabrício Boliveira.

Começou a ser filmado em Salvador, na Bahia, o longa-metragem Tunsgtênio, do cineasta brasileiro Heitor Dhalia. Fabrício Boliveira, Samira Carvalho e Zé Dumont são os protagonistas dessa produção, baseada no livro homônimo de Marcello Quintanilha, premiado no início deste ano por unanimidade no Festival Internacional de Quadrinhos de Angoulême, na França, na categoria thriller.

Com produção da Paranoid e coprodução da Globo Filmes,Tungstênio trará quatro personagens para o centro da narrativa. Baiano, nascido em Salvador, o ator Fabrício Boliveira viverá Richard,um policial que atua movido por seus instintos, custe o que isso custar. A modelo Samira Carvalho, que faz seu debut nos cinemas na pele de uns dos personagens mais complexos da trama, será a linda Keira e mulher de Richard, mas que ameaça o tempo todo abandonar o marido. Já Zé Dumont fará o papel de Seu Ney, um ex-sargento do exército, saudoso de sua vida na caserna.

Ainda completam o elenco principal Wesley Guimarães, como Caju,um pequeno traficante cujo principal interesse é sobreviver mais um dia, Pedro Wagner, como Liece e Sérgio Laurentino, como Poró, criminosos que se utilizam de explosivos para pescar, fazendo parte de uma parcela da sociedade que acaba se relacionando com o crime para cumprir suas atividades. 

Os protagonistas se verão imersos em uma trama aparentemente banal, mas cuja escalada em tensão os conduzirá à negação dos próprios sentimentos. Em uma busca desenfreada por escolher os caminhos que lhes pareçam mais corretos, os personagens inevitavelmente enfrentarão conflitos pessoais diante da impossibilidade de seguir à risca suas escolhas racionais.

Como locações, a produção da Paranoid fez um trabalho minucioso de pesquisa, que trará para Tungstênio diversos ângulos da cidade de Salvador, como a Praia da Boa Viagem, o Forte de Nossa Senhora de Monte Serrat, os bairros da Ribeira, da Gamboa de Baixo e Massaranduba, o Largo da Calçada e a Ponta de Humaitá, entre outros.

O livro de Marcello Quintanilha, que é considerado um dos principais quadrinistas brasileiros, foi adaptado para o cinema pelos roteiristas Marçal Aquino e Fernando Bonassi. O projeto de Heitor Dhalia conta ainda com Guel Arraes como produtor associado. (Marcela Branco)