Evento terá competições, workshops e participação de profissionais do Brasil, Chile e México durante cinco dias
festival internacional de dança de goiás
O Festival Internacional de Dança de Goiás chega à sua quinta edição e será realizado entre os dias 05 e 09 de julho, em Goiânia. O evento terá uma programação extensa voltada para alunos e profissionais da dança, contando com a participação de grandes coreógrafos e bailarinos reconhecidos no Brasil e no exterior. A realização é do Studio Dançarte, das irmãs Gisela e Ariadna Vaz, com apoio do Governo de Goiás e do Conselho Brasileiro da Dança (CBDD). O festival é aberto ao público e tem entrada gratuita todos os dias no Centro Cultural Oscar Niemeyer.
Uma das atividades é a Mostra Competitiva, que acontecerá em todos os dias do evento e terá premiações diárias, além de indicação para prêmios especiais que serão entregues no último dia. O Festival Internacional de Dança de Goiás oferece uma das melhores premiações em dinheiro entre os eventos da área no Brasil. O Melhor Grupo receberá R$ 15 mil, enquanto os vencedores como Melhor Bailarina e Melhor Bailarino serão premiados com R$ 10 mil cada um.
Será feita a escolha da Bailarina ou Bailarino Revelação, de até 14 anos de idade, que receberá R$ 6 mil, o mesmo valor do prêmio para Melhor Coreógrafo. Já o Melhor Grupo Infantil será premiado com R$ 2 mil. Os participantes do festival puderam solicitar junto à organização um alojamento no Clube Ferreira Pacheco, que fica no Setor Santa Genoveva, e terão ônibus gratuito do alojamento para o Centro Cultural Oscar Niemeyer e vice versa.
Além da competição, será realizada a Mostra Não Competitiva, no dia 08 de julho, às 17 horas. As apresentações serão feitas no Palácio da Música, que fica no Centro Cultural Oscar Niemeyer. Os bailarinos apresentarão coreografias de diversos estilos de dança, em duos, trios e conjuntos. Serão promovidos ainda workshops com coreógrafos brasileiros e estrangeiros, na unidade do Studio Dançarte que fica no térreo do Edifício Brookfield Tower, localizado na Avenida Jamel Cecílio nº 2929, esquina com a Rua 56, no Jardim Goiás. Nessa unidade, o público terá acesso a uma lanchonete.
Já no Centro Cultural Oscar Niemeyer, estarão disponíveis o restaurante Rajá e uma lanchonete. Além disso, o local terá a Feira da Dança, com várias lojas com artigos de dança, como Capezio, Só Dança e Dancin. Serão montados também os estandes da STvi, que oferecerá o serviço de filmagem, e de Oswaldo Neto, que é de fotografias.
Competição
A Mostra Competitiva, que será realizada entre os dias 05 e 09 de julho no Centro Cultural Oscar Niemeyer, terá participantes de 16 estados brasileiros e do Distrito Federal. Serão apresentadas coreografias das seguintes modalidades: Ballet Clássico de Repertório, Ballet Clássico Livre, Dança Contemporânea, Jazz, Estilo Livre, Danças Urbanas, Sapateado e Danças Populares.
As categorias são: Infantil (de 7 a 9 anos), Júnior (de 10 a 12 anos), Juvenil (de 13 a 15 anos), Adulto (de 16 a 18 anos) e Avançado (acima de 19 anos). A Mostra Competitiva terá início às 17 horas do dia 05 de julho, com apresentações das categorias Infantil e Júnior (Dança Kids) de solos e conjuntos de Clássico Livre, solos e conjuntos de Estilo Livre e solos e conjuntos de Jazz. No mesmo dia, às 20 horas, as demais categorias apresentarão solos, duos, trios e conjuntos de Clássico Livre e solos, duos e trios de Estilo Livre.
No dia 06 de julho, às 20 horas, será a vez do Clássico de Repertório, incluindo variações, Grand Pas de Deux e conjuntos. A competição segue no dia seguinte, também às 20 horas, com coreografias de Pas de Deux, conjuntos de Estilo Livre e conjuntos de Jazz. As apresentações do sábado (08) também terão início às 20 horas, com solos, duos, trios e conjuntos de Dança Contemporânea, conjuntos de Danças Urbanas e conjuntos de Danças Populares. O último dia da Mostra Competitiva terá coreografias às 17 horas, sendo solos, duos e trios de Jazz, solos, duos e trios de Danças Urbanas e conjuntos de Sapateado.
Workshops
Durante o Festival Internacional de Dança de Goiás, serão ministrados workshops por profissionais renomados do Brasil, do Chile e do México, contemplando diversos estilos de dança. Os workshops, que serão realizados de 05 a 09 de julho no Studio Dançarte, estão com as inscrições abertas e as vagas são limitadas.
O primeiro será o de ballet clássico juvenil, nos dias 05 e 06 de julho, das 09h30 às 11 horas. O conteúdo será passado pela coreógrafa Alice Arja, do Rio de Janeiro, que é relações internacionais na América do Sul do Miami City Ballet e possui a Escola de Dança Alice Arja e a Cia. de Ballet do Rio de Janeiro. A chilena Natalia Berrios é primeira bailarina estrela do Ballet de Santiago, integrando a companhia desde 1993, e já participou de diversos festivais e concursos em todo o mundo. Ela dará dois workshops de ballet clássico intermediário e avançado: um nos dias 05 e 06 de julho, das 11 horas às 12h45, e outro nos dias 07 e 08 de julho, das 09h45 às 11h30.
A lista de oficinas segue com a de musical adulto, que será realizada de 06 a 09 de julho, das 11h30 às 13 horas, com o diretor e coreógrafo da Cia. Goiana de Musicais, Danilo Santana, formado em Dança pela Universidade Federal de Goiás (UFG). Nos dias 06 e 07 de julho, das 13h15 às 14h45, será a vez do workshop de ballet clássico intermediário, ministrado pela delegada do Conselho Brasileiro da Dança em Minas Gerais (órgão vinculado à Unesco), Cristina Helena.
O bailarino e coreógrafo Tíndaro Silvano dará uma oficina de técnica mista, que reúne ballet e contemporâneo, nos dias 07 e 08 de julho, das 11h30 às 13h15. Ele atuou nas companhias do Palácio das Artes, do Ballet Guaíra, e do Ballet do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, todas do Brasil, e do Ballet Gulbenkian, de Lisboa. Já o mexicano Omar Carrum, que integra a Delfos Dança Contemporânea desde 1993 e é cofundador e diretor da Escola Profissional de Dança de Mazatlán, no México, ministrará um workshop de contemporâneo intermediário e avançado entre os dias 07 e 09 de julho, das 13 horas às 14h45.
Nos dias 07 e 08 de julho, das 15 horas às 16h45, os interessados em aprender mais sobre jazz intermediário poderão participar da oficina da coreógrafa do EF Jazz Company, Eliane Fetzer, que é pós-graduada em Dança e Educação Física pelo ISEP Paraná e desenvolve obras na Cia. Eliane Fetzer de Dança Contemporânea. Referência no sapateado brasileiro, Erick Gutierrez dará um workshop sobre o estilo no dia 08 de julho, das 13h15 às 15 horas. Ele integrou o elenco do aclamado musical da Broadway “Os Produtores”, dirigido por Miguel Falabella, além de ter dado aulas de sapateado para os outros integrantes.
As Danças Urbanas também serão tema de duas oficinas, comandadas por dois professores em sequência e ministradas em conjunto nos dias 08 e 09 de julho, das 14h45 às 16h45. O primeiro a compartilhar seus conhecimentos será o mineiro Israel Alves, que iniciou sua vivência com o Dancehall em 2008, por meio dos ensinamentos da coreógrafa e bailarina Laure Courtellemont. Já a segunda parte será ministrada por uma das principais pioneiras e referência da cultura Dancehall no Brasil, Karla Mendes, que atuou como coreógrafa assistente da cerimônia de abertura das Paralimpíadas RIO 2016, no Rio de Janeiro, tendo também dançado na cerimônia de encerramento dos jogos.
Os interessados em participar das aulas devem preencher a ficha de inscrição encontrada no site www.festivaldancagoias.com.br e enviar a ficha e o comprovante de depósito para o e-mail festivaldancagoias@gmail.com. O pagamento deve ser feito para a conta do Festival Internacional de Dança de Goiás no Banco do Brasil (Agência: 3483-5 / Conta Corrente: 71.000-8 / CNPJ: 10.327.941/0001-98).
Os dançarinos que quiserem participar das oficinas de Danças Urbanas podem escolher fazer as aulas do dia 08 ou do dia 09 de julho, pelo valor de R$ 50, tendo ainda a opção de frequentar as aulas dos dois dias, ao custo de R$ 80. O workshop de sapateado também é oferecido pelo valor de R$ 50. Já as oficinas com as professoras Alice Arja, Cristina Helena e Eliane Fetzer têm uma taxa de inscrição de R$ 100 cada uma.
O workshop de técnica mista com Tíndaro Silvano tem um custo de R$ 110, enquanto a taxa para os de Natalia Berrios e Danilo Santana é de R$ 120 cada um. Já a taxa de inscrição para a oficina com Omar Carrum é de R$ 150. O participante que escolher mais de um workshop terá 15% de desconto, a não ser os de Danças Urbanas.
Com exceção de Danilo Santana, todos os professores das oficinas serão jurados da Mostra Competitiva, que contará ainda com Henrique Rodovalho, diretor artístico e coreógrafo da Quasar Cia. de Dança desde o início da companhia. Rodovalho já ganhou vários prêmios como coreógrafo no Brasil e em outros países, como o XXI Prêmio de Composição Coreográfica, no México, e coreografou para outras importantes companhias de dança do Brasil e de países como Portugal, México e Holanda. (OlhO Comunicação Estratégica)