“Cidade DesConstruída” permanece em cartaz até 12 de janeiro de 2019

G. Fogaça expõe na galeria Joh Mabe, em São Paulo (Foto: Valdemy Teixeira)

O artista plástico que dedica sua obra a retratar, refletir e revelar a “cidade grande” expõe agora na maior metrópole brasileira. “Cidade DesConstruída” é o título da individual que G. Fogaça abre oficialmente no dia 12 de dezembro (quarta-feira), no Joh Mabe – Espaço Arte & Cultura, em São Paulo.

A mostra tem 22 trabalhos em médios e grandes formatos com técnica mista sobre tela e mista sobre papel. As obras estão à disposição do público desde o dia 16 de novembro e podem ser visitadas até 12 de janeiro de 2019, com entrada franca. A produção é de Malu da Cunha e a curadoria, de Enock Sacramento.

Para Sacramento, a obra plástica de Fogaça caminha em direção à síntese. “Inicialmente panorâmica e detalhada, sua pintura aproximou-se paulatinamente de seus motivos de tal forma que as obras que ele apresenta nesta exposição, todas inéditas, encontram-se quase no limite da figuração”, avalia o crítico de arte.

Sobre o artista
Gerson Fogaça nasceu na Cidade de Goiás, em 1967. Vive atualmente em Goiânia (GO). Já realizou individuais no Chile, na Espanha, na Bélgica, em Cuba, na Argentina e na Alemanha. Para 2019, tem exposições agendadas em Miami (EUA), Bruxelas (Bélgica) e Cidade do México. (VIG Press)

[RESUMO]
Exposição “Cidade DesConstruída”, de G. Fogaça
Abertura: 12 de dezembro de 2018 (quarta-feira), às 19 horas
Visitação: até 12 de janeiro de 2019 (segunda a sexta, das 10 às 18 horas; sábados, 10 às 14 horas)
Local: Joh Mabe – Espaço Arte & Cultura (Av. Brigadeiro Luís Antônio, 4225 – Jardim Paulista, São Paulo – SP)
Entrada franca