Jornalismo Basileu França

Exposição reúne estudos sobre técnicas fotográficas e poéticas

O Departamento de Artes Visuais da Escola do Futuro em Artes Basileu França, ligada à Secretaria de Estado de Desenvolvimento e Inovação (SEDI), lança a exposição “Entre Cantos”. A exposição, que já pode ser encontrada na Galeria de Arte Virtual do Basileu França (https://www.instagram.com/galeriadeartebf/), é composta pelos estudos de fotografia dos alunos do Curso Técnico de Artes Visuais.   

                “Entre Cantos” traz uma reflexão sobre o cotidiano na pandemia e a Arte. Dessa forma, os professores Walkenes Lagares, Carlos Catini e Ney Couteiro desafiaram os alunos a produzirem um registro fotográfico poético e dramático, inspirado no período de quarentena e distanciamento social, após desenvolverem um trabalho interdisciplinar sobre técnicas fotográficas e poéticas.

A abordagem foi feita priorizando-se a técnica de luz e sombra na fotografia, tangenciando com a componente de História da Arte e o estudo da mesma técnica nas análises de pinturas e obras artísticas. A iluminação foi elemento de composição e estudo, podendo a sombra (ou a luz) ser o tema principal. Trata-se de uma exposição que demonstra, a partir de estudos visuais, que a geometria, a linha e o contraste aparecem como forças perceptivas e narrativas. Foram usadas, em sua maioria, câmeras de aparelhos celulares, máquinas profissionais ou semiprofissionais além de programas de edição. O resultado alcançado é incrível, apresentando, sob os olhares dos alunos, imagens criativas que mostram que o artista é capaz de criar em qualquer situação.  

Sobre a Escola do Futuro em Artes Basileu França

A Escola do Futuro em Artes Basileu França, vinculada à Secretaria Estadual de Desenvolvimento e Inovação (SEDI), teve origem em 1967, na Escola de Artes Veiga Valle. A instituição possui como missão oferecer capacitação artística, desde o início até a formação superior, nas seguintes áreas: Arte Educação, Arte Inclusão, Artes Visuais, Circo, Dança, Música, Superior de Tecnologia em Produção Cênica e Teatro. Atualmente, diversos grupos da Escola de Arte são reconhecidos nacional e internacionalmente, como o Balé do Teatro-Escola Basileu França, a Orquestra Sinfônica Jovem de Goiás (OSJG), dentre outros.