unnamed
ORLAN – Self-Hybridation Opéra de Pékin n°10, fotografia a cores, 120x120cm, 2014

De 2 a 29 de julho de 2015, no total 18 instituições, 24 artistas e 5 cidades

 

A Galeries Lafayette apresenta pelo sétimo ano consecutivo o evento “Vitrines Sur L’Art”, de 2 a 29 de julho de 2015, em cinco cidades na França: Bordeaux, Marseille, Nantes, Strasbourg e Toulouse. No total são 18 instituições culturais e museus estão convidados a invadir as vitrines destas lojas.

Nessa nova edição, fazendo eco com a sua própria programação, cada uma das instituições associa-se com um artista apresentando uma obra ou uma instalação inédita nas suas vitrines.

Com “Vitrines sur l’Art”, a Galeries Lafayette afirma novamente o seu papel de mediação entre a criação e o público. Graças às obras dos 24 artistas representados, as vitrines da Galeries Lafayette oferecerão uma visão panorâmica da oferta cultural de cinco cidades participantes.

Confira:

BORDEAUX Alejandro Jodorowsky (CAPC museu de arte contemporâneo de Bordeaux) – Charles Foussard (Instituto Cultural Bernard Magrez) – Felipe Ribon (Museu das artes decorativas e do design) – Laurent Kropf (Frac Aquitaine)

MARSEILLE Alfredo Jaar (MAC) – John Deneuve (La Galerie du 5ème– Marseille expos) – Marc Bauer (Frac Provence-Alpes-Côte d’Azur) – Suzanne Hetzel (MuCEM)

NANTES  Angélique Lecaille (Galerie Mélanie Rio) – Appelle moi Papa (Le Voyage à Nantes) – Héctor Zamora (Frac des Pays de la Loire)

STRASBOURG  Elmar Trenkwalder (Frac Alsace) – HeHe (CEAAC) – Philippe Lepeut (MAMCS)

TOULOUSE Benedetto Bufalino (Maison Salvan – Ville de Labège) – Mazaccio & Drowilal (Les Abattoirs / Frac Midi-Pyrénées) – Orlan (Centre d’art Le Lait) – Vincent Olinet (Le Pavillon Blanc/Médiathèque Centre d’art de Colomiers).

BORDEAUX

A Vitrine do CAPC – Museu de arte contemporâneade Bordeaux – Alejandro Jodorowsky: Nascido em 1929. Mora e trabalha em Paris. Alejandro Jodorowsky marcou gerações de atores, escritores, cineastas e plásticos por uma obra prolífica e pluridimensional, sem nenhuma restrição. Do mimo àshistórias em quadrinhos, da tarologia à “psicogenealogia”, do cinema aos seus primeiros espactáculos dos anos 60, ele transtornou, questionou e alterou nossa maneira de perceber e de pensar a arte.

Na Nef do CAPC – Museu de arte contemporâneade Bordeaux este verão – Exposição Alejandro Jodorowsky

De 28 de maio ao 1° de novembro de 2015

Exposição Andrée Putman

De 13 de maio de 2015 ao 10 de janeiro de 2016

www.capc-bordeaux.fr

A Vitrine do Frac Aquitaine- Laurent Kropf Nascido em 1982. Mora e trabalha entre Bordeaux e Lausanne. Laurent Kropf, pesquisa de projeto, 2015. Laurent Kropf é formado em artes visuais e estudou a fotografia e o cinema. Ele faz um trabalho que desenvolve laços entre o espaço no qual ele se inscreve e uma história pontuada por referências culturais. Artista presente na coleção do Frac Aquitaine(Dimanche, Trop grand pour faillir), ele participou da bienal de arte contemporânea de Anglet (2013).

NO FRAC AQUITAINE ESTE VERÃO

Exposição « Lumières de Roland Barthes » De 21 de maio ao 29 de agosto de 2015

www.frac-aquitaine.net

A Vitrine do Instituto CulturalBernard Magrez – Charles Foussard: Nascido em 1983. Mora e trabalha em Bordeaux.  Charles Foussard, Blockhaus végétal animé, 2015,acrílico sobre tela, 100×81 cm. Artista autodidata, Charles Foussard foi primeiro artista do grafite antes de trabalhar em suportes diversos, praticando o desenho e a pintura sobre tela. Ele achou nos blockhaus da costa Atlântica um suporte de predileção e desenvolve composições onde o ser humano é o protagonista, combinado com diversos elementos e especialmente o mar.

No Instituto Cultural Bernard Magrez este verão – Uma exposição monográfica de JonOne

De 14 de maio ao 23 de agosto de 2015

www.institut-bernard-magrez.com

A Vitrine do Museu das Artes decorativas e do Design – Felipe Ribon: Nascido em 1981. Mora e trabalha em Paris.  Nascido em Bogotá (Colômbia), Felipe Ribon estudou a engenharia ambiental na Ecole des Mines de Nantes antes de integrar o ENSCI / As oficinas onde ele é formado em 2008. Laureado dos Audi Talents Awards, grande prémio da criação da cidade de Paris e prémio do público na Villa Noailles, em 2012, ele é hospede na Villa Medicis em Roma para realizar uma pesquisa criativa íntima e pessoal.

No Museu das artes decorativas e do design este verão – De David Johnston à Jules Vieillard – L’ivresse Darrigade

Até dia 21 de setembro de 2015

Felipe Ribon, le design de l’extra-sensoriel

De 1° de agosto ao 30 de setembro de 2015

www.bordeaux.fr

 

MARSEILLE

 A Vitrine do Frac Provence-Alpes-Côte d’Azur – Marc Bauer: Nascido em 1975. Mora e trabalha em Zurique e Berlim. A obra de Marc Bauer se constrói em uma prática ampliada do desenho, em formatos variados e em suportes indo do papel tradicional à projeção de imagens e desenho mural. Depois da Frac Auvergne (primavera 2014) e o Frac Alsace (inverno 2014-2015), é a vez do Frac Provence-Alpes-Côted’Azur de receber a terceira e última etapa da exposição monográfica Cinérama, dedicada a Marc Bauer.

No Frac Provence-Alpes-Côte d’Azur este verão

Marc Bauer, Cinérama

De 4 de julho ao 31 de outubro de 2015

Em parceria com o Frac Auvergne e o Frac Alsace.

Com o apoio de Pro Helvetia,fundação suíça para a cultura.

www.fracpaca.org

A Vitrine da GALERIE DU 5ème – John Deneuve: Nascido em 1976. Mora e trabalha em Marseille. John Deneuve é convidado a invadir a Galerie du 5ème e sua vitrinemarcada por um toque surrealista colorido e todo tipo de desvios. Deneuve pratica uma irreverência sumptuosa e decapante tanto na escultura como no desenho, nas instalações, no grafismo, nas animações, na música e no espetáculo.

Na Galerie du 5èmeeste verão

John Deneuve, Spectre Normal

De 14 de maio ao 31 de julho de 2015

www.marseilleexpos.com

www.galerieslafayette.com/magasin-marseille-st-ferreol/c/galerie-dart/

A VITRINE DO MAC – Alfredo Jaar – Nascido em 1956. Mora e trabalha em Nova York. Artista, arquiteto e realizador chileno, Alfredo Jaar questiona a mídia e o uso que ela faz dos eventos assim como a tensão entre o desejo por conhecimento e a necessidade de ação. Seu vocabulário artístico é composto por espetáculos, filmes e vídeos, instalações assim como textos curtos e imagens parcialmente mostradas ou “autocensuradas”.

NO MAC ESTE VERÃO

Alfredo Jaar, « Nous l’avons tant aimée la révolution »

De 4 de julho de 2015 ao 10 de janeiro de 2016

www.marseille.fr

A Vitrine do MUCEM – Suzanne Hetzel: Nascida em 1961. Mora e trabalha em Arles e no exterior. Nascida em 1961 em Siegen, na Alemanha, Suzanne Hetzel é formada na École des Beaux-Arts de Marseille. Suas pesquisas artísticas exploram o nosso jeito de morar em um lugar ou um território e as marcas que ele deixa dentro de nós. Suas instalações feitas de fotografias, documentos de arquivos, textos e objetos falam da relação estreita entre as coisas, as palavras, a paisagem e a nossa memória, tanto individual como coletiva.

NOMUCEM ESTE VERÃO E FUTURO

Traces… Fragments d’une Tunisie contemporaine, Fragments 1

Do 13 de maio ao 28 de setembro de 2015

J’aime les panoramas

Do 4 de novembro de 2015 ao 29 de fevereiro de 2016

www.mucem.org

NANTES

A Vitrine do Fracdo Pays de la Loire – Héctor Zamora: Nascido em 1974 no México. Mora e trabalha em São Paulo, Brasil. Paralelamente com sua exposição no Frac do Pays de la Loire, HéctorZamora propõe uma obra para as vitrines da Galeries Lafayette. Durante os últimos anos, Héctor Zamora trabalhou principalmente no espaço público com a vontade de integrar suas obras no ambiente urbano que as cerca. Estão aí para favorecer, destacar algumas caraterísticas ou estilos de vida dos cidadãos.

No Frac do Pays de la Loire este verão

Exposição Héctor Zamora

Do 13 de junho ao 11 de outubro de 2015

www.fracdespaysdelaloire.com

A Vitrine da Galerie Mélanie Rio – Angélique Lecaille: Nascida em 1975. Mora e trabalha em Rennes. A força intrínseca dos fenômenos deAngélique Lecaille nos seus desenhos e esculturas, seu caráter fortuito e imutável suscita temor e fascinação, fundamentos do sublime romance da artista. Volumes geométricos surgem dos panoramas atemporais, encarnações das forças telúricas na obra à escala da paisagem.

Na Galerie Mélanie Rio este verão

Le laboratoire de Monsieur Deshimaru

De 29 de maio ao 25 de julho de 2015

www.rgalerie.com

A Vitrine do Voyage à Nantes – Appelle moi Papa: Coletivo nascido em 2010. Moram e trabalham em Nantes. La Cantine du Voyage 2015 é colorida pelo coletivo de NantesAppelle moi Papa. Esses cinco grafistas / serigrafistas brincam com a imagem, explorando universos pessoais reivindicando a originalidade e o inconformismo. Campanhas de com’, rock stars’, posters, linhas de roupas, ateliers ou shows live de serigrafia… Appelle moi Papa viaja, mas com as mãos por todos os lados !

No Voyage à Nantes este verão

La Cantine du Voyage

De 12 de maio ao 13 de setembro de 2015

www.levoyageanantes.fr

  

STRASBOURG

A Vitrine du CECAAC,centro europeu de ações artísticas contemporâneas – HEHE: Helen Evans nasceu em 1972 no Reino Unido,Heiko Hansen nasceu em 1970 na Alemanha. Eles moram e trabalham em Paris. Colocando sempre o espetador no centro de suas preocupações, as obras do coletivo HeHe atravessam vários campos de experimentação: questões ligadas à percepção ou aos jogos cromáticos até os questionamentos mais amplos sobre fenômenos sociais e ecológicos. Mas trata-se sempre, com um verdadeiro sentido do desempenho e com humor, de visualizar algumas das nossas preocupações quotidianas (poluição, consumação…) nas quais somos todos envolvidos.

No CEAAC este verão

Exposição Opensource

Dos curadores Lauranne Germond & Loic Fel (COAL)

www.ceaac.org

A Vitrine do Frac Alsace – Elmar Trenkwalder: Nascido em 1959 em Weissenbach am Lech, Áustria. Mora e trabalha em Innsbruck, Áustria. Pintor, desenhista e escultor, o artista austríaco ElmarTrenkwalder desenvolve uma obra exuberante que questiona a parte exaltada e alucinada do espírito humano. Para o jardim do Frac Alsace, ele foi convidado a conceber uma obra monumental: um portal em grès porcelânico, com duas pilastras, inspirado no universo de formas orgânicas em proliferação. Esse portal irá marcar a entrada do “Clos du Frac”, uma parcela vitícola criada por Nicolas Boulard.

 No jardim do Frac Alsace este verão

Portal monumental do “Clos du Frac” por Elmar Trenkwalder (encomenda perene)

www.frac.culture-alsace.org

A Vitrine du MAMCS – Philippe Lepeut: Nascido em 1958. Mora e trabalha em Strasbourg. O artista Philippe Lepeut concebe uma nova instalação em forma de gabinete de curiosidades. Nessa “natureza morta com gavetas”, ele cruza estreitamente vários dos seus assuntos de predileções e universo de referências: natureza, poesia, história da arte, assim como um certo gosto pelo mistério, até o maravilhoso. As “Mirabilia” (literalmente “as coisas surpreendentes e dignas de ser admiradas”) que esse antigo hospede da Villa Médicis nós oferece estão colocadas ou penduradas, formando um gabinete de curiosidades contemporâneo.

NO MAMCS ESTE VERÃO

Philippe Lepeut, Listen to the quiet voice

De 11 de abril ao 31 de outubro de 2015

www.musees.strasbourg.eu

  

TOULOUSE 

AVitrine des Abattoirs-Frac Midi-Pyrénées – MAZACCIO & DROWILAL: Nascidos respetivamente em 1988 e 1986. Moram e trabalham em Villefranche de Rouergue. Logo após se conhecerem em 2006, a cumplicidade foi imediata. Inspirados pela arte conceitual, o cinema, a fotografia americana e japonesa, eles associam-se e praticam a fotografia em dupla, tanto para a captura como para a seleção das imagens. Suas fotografias não descrevem apenas um lugar ou sujeitos específicos, elas são também um modo de escritura que permite perturbar o real e sua representação. Suas experiências respectivas da colagem e da fotomontagem assim como as culturas numéricas, têm amplamente influenciado sua abordagem do médium fotográfico.

Nos Abattoirs-Frac Midi-Pyrénées este verão

Collectionner les présents

De 30 de janeiro ao 23 de agosto de 2015

Motifs et séries, un accrochage du fonds Daniel Cordier

Do 1° de abril de 2015 ao 31 de janeiro de 2016

www.lesabattoirs.org

A Vitrine do Centre d’art Le Lait – ORLAN: Nascida em 1947. Mora e trabalha em Paris, Los-Angeles e Nova York. ORLAN usa diversas técnicas: fotografia, vídeo, escultura, desenho, instalações, espetáculos, biotecnologias, realidade aumentada, etc. A partir de 1964, ORLAN questiona o status do corpo e as pressões sociais, culturais, políticas e religiosas que se inscrevem dentro dele. Ela questiona as descobertas científicas, tecnológicas e médicas, defende a hibridação, a tolerância e os direitos de ser humano através de identidades nômades, mutáveis e mutantes.

No Centre d’art Le LAIT este verão

Temps variable et baisers de Méduse, ORLAN & Dots Obsession –

Infinity Mirrored Room, Yayoï Kusama

Do 11 de julho ao 25 de outubro de 2015

www.centredartlelait.com

A Vitrine da MAISON SALVAN– VILLE DE LABÈGE – Benedetto Bufalino: Nascido em 1982. Mora e trabalha em Lyon. Benedetto Bufalino é um observador da vida tal como ela se organiza coletivamente. Ele tem um olhar divertido nos reflexos normativos, regulamentares. A fantasia e o desvio semântico ou visual tornam-se a seiva dos seus projetos que se manifestam principalmente no espaço público convidando o visitante, por sua vez, a ser o observador.

Na Maison Salvan – VILLE DE LABÈGE ESTE VERÃO

Benedetto Bufalino, Le labyrinthe dans la maison

De 23 de maio ao 25 de julho de 2015

www.maison-salvan.fr

A Vitrine do PAVILLON BLANC, MÉDIATHÈQUE CENTRE D’ART DE COLOMIERS – Vincent Olinet: Nascido em 1981. Mora e trabalha em Paris. Vincent Olinet fabrica, experimenta e constrói universos em trânsito entre o real e o imaginário. Fascinado pelo mundo da infância e a fabricação do maravilhoso, suas obras apegam-se à objetos, encarnam-se muitas vezes pela escultura e persistem na memória como imagens.

NO PAVILLON BLANC ESTE VERÃO

Exposição Rerum Novarum de Vincent Olinet

Do 30 de maio ao 29 de agosto de 2015

www.pavillonblanc-colomiers.fr

Vitrines sur l’art

De 2 ao 29 de julho de 2015, 18 instituições, 24 artistas, 5 cidades