Acompanhados do seu professor, estudantes competirão com os melhores das américas em torneio no Uruguai no final de julho

Yago e Victor Labussiere 3

Não é raro encontramos irmãos que seguiram a mesma carreira, possuem gostos semelhantes ou compartilham das mesmas aptidões físicas ou mentais, como exemplo as gêmeas brasileiras do nado sincronizado ou os irmãos Diego e Daniele Hipólito, atletas da ginástica olímpica. Assim, os gêmeos goianos Yago e Victor Labussiere, de 12 anos, também dividem a mesma paixão pelo xadrez, esporte que praticam há cerca de 5 anos.

Os irmãos são estudantes do 7º ano do Centro Educacional Omni, onde praticam a modalidade como atividade extracurricular, como explica o professor de xadrez Igor Lutz, que também ministra aulas particulares para um melhor desempenho dos garotos. O esforço tem tido resultados. Victor conquistou o 2º lugar, ficando Iago em 5º, no Campeonato Brasileiro de Xadrez Sub 12, realizado em São Sebastião do Paraíso, em Minas Gerais, no mês de maio. As posições garantiram a participação dos irmãos no Panamericano, em Montevidéu, no Uruguai, que acontece entre os dias 24 e 30 de julho, onde disputarão com competidores de todas as Américas em sua categoria.

“Foi um resultado histórico, nunca tivemos 2 goianos entre os 5 melhores da categoria no Brasil, e estamos bem confiantes deles conquistarem boas colocações no Panamericano” avalia o professor Igor, que acompanhará Victor e Iago no campeonato do Uruguai. Ele reitera que entre os diferenciais dos gêmeos estão o fato de ambos não terem o vício, comum na maioria dos jovens dessa idade, de jogar vídeo game, utilizando seu tempo livre para a prática da modalidade. “O xadrez traz como benefícios a melhora da concentração, do raciocínio lógico e matemático e ainda o aumento do autocontrole”, explica o professor. (Kasane)