img_descr
crédito: Gaspar Nobrega

Goiânia foi a última cidade a receber a Tocha Olímpica Rio 2016 no terceiro dia do revezamento. Nesta quinta-feira (5), 23 condutores indicados a partir da campanha do Bradesco puderam realizar o sonho de carregar a chama olímpica nas cidades de Itaberaí, Cidade de Goiás e Inhumas, além da capital do estado de Goiás.

Wilma de Carvalho foi uma das condutoras de Goiânia. Ela mantém um projeto sócio-esportivo com cerca de 60 atletas em três categorias diferentes de futsal feminino (sub-17, sub-20 e adulta). São jogadoras que têm a oportunidade de inserção social através do esporte graças ao projeto desenvolvido por Wilma. Através da modalidade, elas ainda possuem a chance de conhecer o país jogando bola, sendo que as três divisões participam de campeonatos nacionais e regionais.

“Não imaginei que um dia pudesse conduzir um símbolo tão importante. Agradeço às pessoas que mandaram a minha história para ser condutora e as pessoas que me ajudam a fazer essa história”, afirmou Wilma.

Terezinha de Carvalho, mãe de Wilma, foi prestigiar a filha neste momento tão marcante. “Ela luta por esse time que ela montou. O negócio da Wilma é colocar meninas pobres na faculdade, é prioridade dela. O projeto ajuda a colocar a meninada na faculdade”, revelou.

Outro condutor na capital goiana foi Marcelo Marciano de Oliveira. Ele venceu uma bronquite asmática através do esporte, além de ser um participante assíduo da caminhada ecológica por 15 anos, percorrendo 350 quilômetros de Goiânia até o Rio Araguaia em 5 dias. Hoje ele mantém um projeto, no qual promove o concurso de arte e meio ambiente nas escolas participantes.

Sobre conduzir a tocha, Marcelo declarou que “essa é a caminhada mais rica da minha vida, a emoção é demais”.

Além de Wilma e Marcelo, os selecionados a partir da campanha de indicação do Bradesco para conduzirem a tocha nesta quinta-feira foramWalter Nascimento e Rubens Araújo, em Itaberaí; Sebastião Curado, Maria Antonieta, Aloísio Godinho e Alice Noronha, na Cidade de Goiás; Weber Nunes, Talita de Leão Paula, Márcio Pacheco e Clélia Pereira, em Inhumas; e Tonny MagalhãesKeylla Morais e José Nery, em Goiânia.

Sobre o Revezamento da Tocha Olímpica

O Revezamento da Tocha começou em 3 de maio de 2016. Durante 95 dias, vai percorrer 327 cidades, em todos os estados. Cerca de 12 mil pessoas irão participar, até a chegada da tocha ao Maracanã, no dia 5 de agosto, para o acendimento da pira olímpica na cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos Rio 2016. (In Press Media Guide)