COMUNICAÇÃO SEM FRONTEIRAS

Atração será entregue neste domingo (22) na região sudeste de Goiânia e será aberta para a comunidade. Percurso terá 3.670 metros de pista, sendo 95% dentro de mata

O ex-atleta profissional e treinador Abraão Azevedo se destacou dentro e fora do Brasil na prática do Mountain Bike. O vencedor pan-americano em 1998 e mundial master em 2011, que já integrou a seleção brasileira por oito anos, busca deixar um legado para as próximas gerações. No próximo domingo (22), a partir das 8 horas, ele estará em Goiânia para lançar uma nova pista para o exercício da modalidade esportiva em Goiânia.

A nova pista de mountain bike desenvolvida por Azevedo está sendo construída na região da GO-020, sudeste de Goiânia, no local das obras do residencial Plateau d’Or, condomínio horizontal de alto padrão do Grupo Toctao. Os amantes do esporte também poderão experimentar o percurso durante a entrega da pista. Azevedo afirma que dará instruções e treinos para os interessados em experimentar a novidade.

“É um evento para toda a comunidade e, para participar, basta ir com a bike e usar todos os equipamentos de segurança, como capacete e luvas, além da máscara de proteção facial. O nosso treino será como uma aula para orientar as principais técnicas do esporte”, destaca o educador físico, que ainda ressalta que o espaço contará com uma bike wash para lavar as bicicletas.

A atração, que será aberta ao público, contará com mais de 3.670 metros de pista e um desnível acumulado de 36 metros por volta. Segundo Azevedo, 95% do trajeto será em área de mata. “Todo o caminho foi pensado para que o local sofresse o mínimo de impacto ambiental possível. Tudo para que o praticante tenha um contato mais respeitoso com a natureza’, destaca o multicampeão. A novidade também atenderá um grupo de praticantes amadores que já atuam no local.

Atualmente, o projeto já concluiu duas etapas da obra. A primeira é  de abertura da trilha para criar o traçado. A mais recente foi a de criação de obstáculos. “O percursos terá algumas rampas com passagens de curva conforme a inclinação de relevo e passagens de tronco. Durante todo o trajeto, o praticamente praticamente não poderá tirar os dois braços do guidão”, detalha Azevedo. A previsão é de que a pista fique à disposição do público até o final de 2021.

Carreira vitoriosa

O gosto pelo esporte surgiu quando ele era ainda jovem e buscou aliar o amor pela natureza e pelo esporte. “Eu gostava sempre de ir para lugares mais ermos e intocados, percorrer 30 a 40 quilômetros por dia de bicicleta porque é algo que te desconecta do mundo e faz com que você viva apenas o momento”, detalha Azevedo.

Azevedo conta experiência de quase 30 anos como atleta de mountain bike e destaca que a conquista mais importante de sua carreira foi o Pan-americano de 1998, no México, quando conquistou a medalha de ouro na modalidade. “Eu tinha sido segundo lugar na edição anterior, mas me preparei para vencer naquele ano. Fiquei um mês fora, antes do início da competição, treinando no Colorado [Estados Unidos] para me adaptar à altitude e acabou dando certo”, conta.

Apesar de ter percebido um aumento no número de pessoas interessadas na prática do esporte, ele afirma que ainda há muito o que percorrer para chegar ao nível dos europeus, maiores vencedores da modalidade. “Estamos evoluindo em questão de praticantes, equipamentos e treinamentos, mas não fomos privilegiados culturalmente e com incentivos na área. Porém, acho que é questão de tempo para percebermos uma evolução mais destacada no mountain bike”, destaca Azevedo. Para ele, o desenvolvimento de pistas como essa na Plateau d’Or com o apoio da sociedade é mais um incentivo para a prática do esporte.