91f164ff-10f7-45ab-902a-9b98eda2ae09Persistência, reconhecimento e criatividade marcam a trajetória do Grupo Guará, companhia com importante atuação na formação de atores e de público para o teatro em Goiás. Nesta quarta-feira, 8, a trupe dá início às comemorações dos 20 anos de história nos palcos e no cenário da arte cênica goiana, com o lançamento de um documentário sobre a história do Guará. A programação comemorativa ainda inclui sete apresentações gratuitas, durante o mês de junho, em Goiânia, da última peça montada, A farsa da boa preguiça, de Ariano Suassuna.

O projeto fílmico, assinado por Taynara Borges, conta a trajetória do grupo com mais de 30 artistas formados em seu tablado e, em especial, a trajetória do último espetáculo. São imagens das peças, fotos e depoimentos de artistas da cidade e ex- integrantes do grupo, como a cantora Grace Carvalho e o ator global Alejandro Claveaux, que começaram a carreira no tablado do Guará.

Com direção de Samuel Baldani, desde a fundação, o grupo é uma iniciativa da Coordenação de Arte e Cultura da Pontifícia Universidade Católica de Goiás, que mantém e patrocina os empreendimentos cênicos da trupe, desde a primeira montagem de outro texto de Ariano Suassuna, O auto da compadecida.

Em duas décadas de atuação, em várias capitais e festivais nacionais, o Guará conquistou prestígio, reconhecimento e muitos prêmios. O trabalho em Goiás é pioneiro e desbravador e concilia duas marcas fortes do grupo: o profissionalismo e o compromisso com a comunidade.

Seus espetáculos são marcados pela forte comunicação com o público e tem sua origem ligada ao teatro popular e aos clássicos da dramaturgia regional e universal. “Pela formação cultural e artística do grupo, tivemos a preocupação de tornar a peça a Farsa da Boa Preguiça em um verdadeiro encontro com o público, apresentando a riqueza deste texto interpretada pelo talento dos nossos artistas”, explica o diretor Samuel Baldani.

A farsa da boa preguiça

A peça, que será apresentada gratuitamente, completa uma trilogia de Ariano Suassuna, iniciada com a peça o Auto da Compadecida, seguida porTorturas de Um Coração, ou Em boca fechada não entra mosquito.

Nessa encenação o Grupo mantém a sua tradição de investir no teatro popular, mantendo as pesquisas e propostas que vem desenvolvendo ao longo de sua trajetória, procurando construir um espetáculo que possa ser apresentado nas ruas, nas praças e dentro dos teatros tradicionais, estabelecendo uma forte comunicação com o público. (Vivaz Comunicação)

Programação

Lançamento da circulação e exibição do filme Guará 20 anos

08/06 (4ª-feira) – Auditório da Área 4 – 19h30

Exibição da peça A farsa da boa preguiça                    

9/06 (quinta-feira) – Praça da Paz, Jardim Nova Esperança – 19h30

10/06 (sexta-feira) – Praça do Jacaré – 19h30

11/06 (sábado) – Parque Flamboyant –  17 horas

12/06 (domingo) – Circo Laheto – 17 horas

14/06 (terça-feira) – Circo IDF – 15 horas

17/06 (sexta-feira) – Teatro Madre Esperança Garrido – 14 horas

19/06 (domingo) – Praça Universitária – 19h30