HMI Comunicação

A cor “rosa” predominou na decoração do Hospital Estadual Materno-Infantil Jurandir Nascimento (HMI), nesta quinta-feira (22), durante evento temático em prol da campanha Outubro Rosa. Organizada pelo Núcleo de Vigilância Epidemiológica Hospitalar (NVEH) da unidade, a ação teve como objetivo alertar e conscientizar os colaboradores e pacientes sobre a importância do autoexame na prevenção do Câncer de Mama.

Foi montado um painel com balões e um estande no hall do 1º andar, com vários brindes personalizados como chicletes, balas, bombons e álcool gel. Todos que passavam pelo local, retiravam de uma caixa um papel com o nome do brinde que iria ganhar. Além disso, preenchiam um cupom para concorrer ao sorteio de duas canecas personalizadas e dois kits de uma doceria. Houve muita interação dos participantes, que aproveitavam o cenário para tirar fotos, além de receberem informações e orientações de uma equipe de residentes em Enfermagem Obstétrica sobre a importância de cuidar da saúde, realizar o autoexame das mamas, bem como procurar um posto de saúde para fazer exames preventivos de rotina, como a mamografia. A equipe também passou nos leitos da unidade para fazer as orientações.

Para não fugir da temática do dia, além da decoração, o “rosa” esteve presente nas vestes de alguns colaboradores, nas toucas das copeiras e até nos alimentos. A Nutrição fez questão de oferecer uma gelatina de morango de sobremesa e serviu uma pipoca rosa no lanche da tarde.

Todos aprovaram a iniciativa. “A disseminação de informação sobre a campanha Outubro Rosa é extremamente importante. A população tem que se conscientizar e fazer a prevenção”, disse a colaboradora Lílian Gerônimo. “Adorei o trabalho que foi feito. Ficou lindo! O hospital está de parabéns por uma ação como essa!”, destacou a paciente Janaína Batista.

O setor de Psicologia, distribuiu panfletos informativos, alertando sobre o diagnóstico precoce da doença, com explicação de como fazer o autoexame. “Temos que compartilhar as informações  sobre o Câncer de Mama, incentivar as mulheres a fazer a prevenção e saberem que o diagnóstico precoce aumenta as chances de cura”, pontuou a coordenadora da Psicologia, Flávia Zenha.

“Procuramos desenvolver um evento temático, com criatividade e interação de toda unidade. Foi uma forma de sair da rotina e chamar a atenção dos colaboradores e pacientes para uma doença tão grave que é o Câncer de Mama, que acomete muitas mulheres”, afirmou a coordenadora do NVEH, Wanda Lopes, que aproveitou a ocasião para divulgar o jornal do Núcleo de Vigilância sobre as Doenças Epidemiológicas do HMI.