O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística divulgou no início da noite dessa quinta-feira (16 de maio), a taxa de desemprego em Goiás. Em média são quase 400 mil desempregados no Estado. Um aumento de 22 mil desempregados, se comparado ao mesmo período do ano passado. Em contrapartida, nessa mesma pesquisa o IBGE identificou que sobram vagas e faltam profissionais qualificados.

No início desse ano foi inaugurado em Goiânia, um centro de estudos com foco em qualificar o profissional para o mercado de trabalho. A criação do Instituto Soma surgiu exatamente depois dessa percepção de mercado, conforme explica a professora e coordenadora do Instituto, Maristela Monteiro. “O nosso objetivo é capacitar esse profissional para que ele saia preparado para ocupar uma vaga no mercado de trabalho. Por isso, esse método de ensino foi pensado para ajudar a diminuir a taxa de desemprego entre jovens, recém-formados e os que buscam uma qualificação extra”, afirma.

O empresário Hebert Ribeiro, presidente da Soma Contabilidade sentiu essa falta de qualificação entre os seus funcionários. “Preocupado em sempre oferecer o melhor atendimento e prestação de serviço aos nossos clientes, decidi criar um centro de treinamento interno para capacitar e qualificar nossos colaboradores. A ideia deu muito certo e criamos o Instituto Soma com o mesmo objetivo, o de capacitar e qualificar profissionais para sentirem mais segurança e buscar uma oportunidade no mercado de trabalho”, conclui.

Depois de trabalhar quatro anos numa empresa como gerente financeira, Lorena Ramalho sentiu na pele a falta de qualificação. “Na verdade, como estava há bastante tempo na empresa, me acomodei. Infelizmente ela passou por sérios problemas financeiros e precisou fechar as portas. Me vi na beira do abismo e foi quando decidi iniciar o curso de Analista de Departamento Pessoal no Instituto Soma, para me qualificar e enfrentar o mercado de trabalho novamente”, declara.(Ana Cléia Souza)