Pedro Peralta

O EMDR, terapia desenvolvida nos EUA para tratamento de traumas de veteranos de guerra e indicada pela OMS para casos de stress pós-traumáticos e catástrofes estará disponível gratuitamente online para os brasileiros, através da Associação Brasileira de EMDR juntamente com sua Rede Solidária. A rede, que já ajudou centenas de pessoas em todo o país (como por exemplo, os familiares e colegas dos alunos da escola Raul Brasil e os sobreviventes de Brumadinho), pede neste momento de quarentena, que profissionais psicólogos e médicos especializados em EMDR no Brasil, se cadastrem para o atendimento online: sosredesolidaria@emdr.org.br

O sofrimento e a angústia das pessoas que já possuem algum tipo de transtorno, seja de ansiedade, fobias, pânico e traumas, podem se agravar na atual situação global, em um cenário em que não podem sair de casa, e ainda assim precisam de assistência psicológica. Além disso, quem já está em tratamento precisa continuar.  ”Nossa missão no momento é recrutar o máximo de profissionais possíveis que possam atender pacientes online em todo o país”explica Dra Ana Lúcia Castello, presidente da Associação Brasileira de EMDR.

O EMDR (Eye Movement Desentitization Reprocessing), terapia desenvolvida nos EUA e aconselhada pela Organização Mundial da Saúde para tratamento de traumas, pode ajudar tanto na minimização de sintomas como o medo exacerbado, comportamentos e pensamentos repetitivos carregados de ansiedade, como também nos traumas que a pessoa viveu e que agravam esses sintomas. Trata-se de uma terapia por meio dos movimentos oculares e sensações táteis bilaterais, o que permite reprocessamento de memórias traumáticas no cérebro.

O medo, que também é um mecanismo de proteção e sobrevivência, pode prevalecer e ser mais forte que a resiliência em muitas pessoas neste momento. “Quando o medo nos inunda e um sofrimento intenso e descabido toma conta, efetivamente ele não protege. É a fobia, um transtorno ansioso”, diz Profa. Dra. Maria Aparecida (Tina) Zampieri, Vice-Presidente da Associação Brasileira de EMDR. “A fobia é um medo exagerado e incompreensível, seja de um objeto, de um ser vivo, seja de uma situação específica, que ao invés de proteger, prejudica a vida da pessoa”. completa.

Além das fobias e ansiedade, a Associação Brasileira de EMDR ressalta com mais atenção os quadros de Transtorno de Estresse Pós Traumático (TEPT)  e Transtorno Obsessivo Compulsivo (TOC) diante da pandemia de covid-19.  “Em quem já tem esses transtornos, os episódios catastróficos – como esse novo surto – podem potencializar a fobia”, explica Zampieri.

Pessoas com traços do transtorno obsessivo compulsivo (TOC) tendem a apresentar diversos comportamentos repetitivos, como uma tentativa de aliviar a ansiedade provocada por variadíssimas situações, inclusive por medo de contaminação. “Isso gera muito sofrimento e quando muito grave pode mesmo impedir a pessoa de trabalhar e cuidar da casa”, diz Zampieri. 

Para o tratamento de Transtorno de Estresse Pós Traumático (TEPT), O EMDR atua na origem do que está afetando a pessoa, como lembranças e situações vividas das quais o paciente nem se lembra, mas afetam mesmo assim o comportamento atual.

Somente psicólogos ou médicos podem atuar com EMDR em todo o mundo. Os brasileiros já capacitados podem se cadastrar a partir de hoje através do email: sosredesolidaria@emdr.org.br, fornecendo nome completo do profissional, crp, cidade/ estado atuante e contato telefônico. Dessa forma, a Rede Solidária da Associação Brasileira de EMDR irá fornecer atendimentos online gratuitos à população.

Sobre a Associação Brasileira de EMDR

Fundada em 2008, a Associação Brasileira de EMDR é composta por psicólogos e médicos com formação em EMDR e tem seus treinadores e facilitadores de treinamentos reconhecidos pelo EMDR Institute (EUA). As Empresas vinculadas à Associação, EMDR Treinamento e Consultoria, dirigida pela Profª Dra Esly Carvalho, a Empresa Equilíbrio Mente e Corpo dirigida pela Profª Drª Ana Lúcia Castello e  a Empresa Espaço da Mente, dirigida pelo Prof. Dr. André Monteiro promovem cursos homologados em todo o país para formação de psicólogos na técnica e a Associação Brasileira de EMDR tem procurado difundir o EMDR em todo o Brasil.