Dinéia Dutra
Obra de Dinéia Dutra

A primeira mostra do segundo semestre do calendário expositivo do Museu de Arte de Goiânia (MAG) abre nesta quinta-feira, dia 30 de julho, às 19h, com trabalhos dos artistas Dinéia, Reinaldo Barbalho, Renato e Zofia Ligeza. A exposição ocupa o espaço expositivo da Sala Amaury Menezes e tem como objetivo apresentar ao público um conjunto de obras representativas de suas trajetórias assim como aproximar temáticas e representações através seus processos artísticos. Os trinta e quatro trabalhos, nas linguagens de desenho e gravura, abordam temáticas variadas que vão desde a religiosidade e o misticismo, passando pelas relações humanas, a natureza, até o universo onírico. A mostra poderá ser visitada até o dia 27 de setembro. A entrada é gratuita.

SOBRE OS ARTISTAS

DINÉIA (Dinéia Dutra) nasceu em 1954, em Goiânia. Em 1978, concluiu a graduação em Artes pelo Instituto de e Artes da Universidade Federal de Goiás, especializando-se em gravura. Considerada uma das maiores expressões da gravura, Dinéia participou de várias exposições e concursos no estado de Goiás obtendo premiações de destaque no I Salão Regional da Prefeitura de Goiânia e no IV Salão Nacional de Artes Plásticas, promovido pela CAIXEGO, em 1978. Em 1981, participou do IV Salão Nacional de Artes Plásticas no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro. A artista faleceu em 1988, aos 34 anos, em Goiânia.

REINALDO BARBALHO nasceu em Ipameri, 1944. Graduou-se em Escultura pela Faculdade de Artes da Universidade Federal de Goiás. Pertenceu ao Grupo de Escritores Novos (GEN). Nos anos 80, mudou para Manaus, onde passou a estudar a flora e fauna do Amazonas, onde realizou várias individuais. Em Goiás e em outros estados, participou de Salões de Arte em universidades. Em 1970, participou da I Bienal de Artes Plásticas de Goiás e da Pré-Bienal de São Paulo. Além da gravura e pintura o artista, também, dedicou-se à escultura em madeira. Em 1986, assumiu a direção do Museu de Arte de Goiânia, vindo a falecer em 1994, na capital.

RENATO (Renato Rodrigues da Costa) nasceu em Jataí, em 1965. É artista plástico, designer gráfico, ilustrador, redator publicitário, webdesigner e programador.  Nos anos 80 participou de várias exposições no estado de Goiás e edições do GREMI – Grandes Revelações da Mocidade  Inhumense, de onde recebeu vários prêmios. Atualmente, vive e trabalha em Goiânia.

ZOFIA LIGEZA nasceu em Varsóvia (Polônia), em 1903. Com a eclosão da Segunda Guerra Mundial, deixou seu país natal, vindo com a família, em 1940, para o Brasil. Nos primeiros anos, morou no Rio de Janeiro e, posteriormente em Curitiba. Anos depois, mudou para São Paulo até transferir definitivamente sua residência para Goiânia. Zofia frequentou a Escola de Belas Artes em Varsóvia. Nos anos 60, lecionou Desenho e Plástica, na Escola Goiana de Belas Artes, dedicando principalmente à pesquisa e processo da gravura. Em 1970, participou da I Bienal de Artes Plásticas de Goiás e da Pré-Bienal de São Paulo. Aposentou em 1973, vindo a falecer em 1979, na capital. (Secult/Goiânia)

SERVIÇO

Acervo do MAG com Dinéia, Reinaldo Barbalho, Renato, Zofia Ligeza

Abertura: 30 de julho de 2015, às 19h

Visitação: 01 de agosto a 27 de setembro de 2015 – terça a sexta, 9h às 17h / sábado, domingo e feriados, 9h às 16h

Local: Sala Amaury Menezes / Museu de Arte de Goiânia

Endereço: Rua 1, n. 605, Bosque dos Buritis, Setor Oeste, Goiânia, Goiás

Entrada franca

(Secult/Goiânia)