SECOM – Governo de Goiás

Estudantes e profissionais podem participar de hackathon sobre dados abertos durante a edição Goiás da Campus Party Digital

Estão abertas as inscrições para quem deseja participar do Hackathon Goiás Digital 2020 – Desafios com dados abertos, a maratona de programação da edição goiana da Campus Party Digital. Até a próxima quarta-feira (8/7), os interessados em participar podem se inscrever gratuitamente pelo endereço http://quero.party/hackathongoiasdigital.

Por conta da vocação do Estado, os temas do hackathon serão agronegócio, logística, indústria, saúde, educação e ação social. Um dos diferenciais da maratona de programação deste ano é que serão disponibilizados o acesso a dados abertos do Governo de Goiás e de outros parceiros, sendo que o objetivo é, por meio da análise desse banco de dados, encontrar soluções tecnológicas para problemas reais, além de fomentar iniciativas inovadoras.

Serão selecionadas as dez melhores propostas de acordo com os seguintes critérios de avaliação: criatividade, inovação, proposta de valor, possibilidade de implantação e uso dos recursos tecnológicos disponibilizados. Entre as dez, serão premiadas as três melhores soluções escolhidas pelos avaliadores. A premiação será divulgada no dia 8 de julho no endereço http://quero.party/hackathongoiasdigital.

Para os profissionais que desejarem ser mentores voluntários do hackathon, é possível se inscrever até 7 de julho pelo endereço http://quero.party//hackathongoiasdigital. Podem se candidatar profissionais da área de design gráfico, programadores e desenvolvedores de aplicações, analistas de dados, gestores de projetos e negócios.

Como funciona o hackathon

A formação e integração das equipes, com no mínimo de quatro e máximo de cinco integrantes, será realizada durante a primeira fase do desafio. Os participantes terão acesso a dados abertos e ferramentas, contarão também com a mentoria de profissionais de áreas estratégicas para atendimento aos desafios. 

O hackathon é composto por três fases: formação de equipes e propostas de projeto; desenvolvimento e entrega da solução e demonstração da solução. A primeira fase tem início quinta-feira (9), às 14h, quando a Comissão Organizadora apresentará os desafios ou problemas que precisam ser vencidos ou resolvidos, os recursos tecnológicos e os dados abertos disponíveis, e os mentores que estarão acompanhando e orientando os participantes.

A segunda fase, que começa no dia 10, às 15, e durará exatamente 24 horas, consiste em desenvolver uma solução para o problema apresentado. A terceira e última etapa terá início às 15h30 do dia 11 e é caracterizada pela demonstração da ferramenta criada durante a maratona.

O que é um hackthons

São desafios tecnológicos muito utilizados por empresas inovadoras como forma de se obter solução criativa para diversas questões, seja do cotidiano da empresa, seja na inovação de seus produtos.

Antes, o Hackathon tinha como participantes somente pessoas da área e programação. Com o sucesso deste tipo de iniciativa, outras áreas foram incluídas e colaboram para o desenvolvimento de soluções tecnológicas, ampliando a visão da resposta encontrada abrangendo questões de gestão, de design, negócios, dentre outros.