A Global Game Jam reúne desenvolvedores e entusiastas para fazer jogos em 48 horas. A edição deste ano está presente em mais de 108 países
 
O Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos, será um dos locais que sediará, em janeiro, mais uma edição do Global Game Jam, uma disputa de programação de jogos que ocorre simultaneamente em mais de 803 localidades em todo o mundo. O evento visa estimular os desenvolvedores a se interessarem mais pela indústria de jogos, captando ideias por meio da improvisação de um tema. Outro objetivo é promover a troca de experiência entre profissionais que já atuam nesse mercado e estudantes da área.
No início do primeiro dia da competição, 25 de janeiro, sexta-feira, as equipes serão formadas, haverá a liberação dos temas e todos receberão suporte para a criação de um jogo completo com planejamento, programação, teste e apreciação. A maratona se encerrará na tarde do domingo, 27 de janeiro, com as apresentações dos jogos e a eleição do melhor.
Os jogos poderão ser feitos em qualquer plataforma e para qualquer sistema, desde que o grupo desenvolvedor tenha licença para tal. Para mais detalhes sobre as regras, consulte o site oficial da disputa: globalgamejam.org
As inscrições estão abertas até o dia da competição e podem ser realizadas pelo site icmc.usp.br/e/0a3b7. É necessário que o participante seja maior de idade e não é preciso ter conhecimento prévio sobre desenvolvimento de jogos.
O grupo de desenvolvimento de jogos eletrônicos Fellowship of The Game (FoG) é o responsável pela realização do evento no ICMC e disponibilizará alojamento para os participantes que vierem à cidade especialmente para a disputa. Os organizadores do evento recomendam trazer um laptop, caso possua, um caderno para anotações, guloseimas, lanchinhos e, caso vá dormir na sede, um colchão.
Sobre o FoG – O FoG é um grupo formado por alunos de graduação do ICMC focado na criação de jogos eletrônicos divertidos, de código aberto e multiplataforma. O grupo busca a aplicação direta dos conhecimentos adquiridos na graduação e da sua integração com as mais diversas tecnologias disponíveis no mercado.
Os processos de desenvolvimento de jogos internamente empregados pelo grupo são experimentais em termos de tecnologias e tendências de mercado. Nesse sentido, o FoG preza pela disseminação desse conhecimento, estimulando os integrantes mais experientes do grupo a compartilharem suas experiências com os recém-chegados. (Assessoria de Comunicação ICMC/USP)