Fernanda Cappellesso

Transmissão acontece na terça-feira, 28, a partir das 20 horas

O cantor e compositor Marcelo Martins, que é conhecido internacionalmente graças a hits como “Eu Quero Tchu, Eu quero Tcha”, “Louca Louquinha”, “Joga o Copo pro Alto”, “Agora é pra valer”, “Mesa de Lata” e “Popô de Mola” , realiza na terça-feira, 28, uma live no YouTube com o objetivo de arrecadar fundos para a compra de alimentos e itens de como máscaras de proteção.

Marcelo, que é mato-grossense passa a quarentena em Palmas na família de sua esposa, explica que a iniciativa surgiu ao passar de carro por algumas regiões da cidade e verificar que muitas famílias estão em situação calamitosa. “Já estava fazendo lives semanalmente para manter o relacionamento com os fãs. Mas, no coração algo estava incomodando. Era preciso fazer alguma coisa por quem está passando necessidade neste momento difícil e imprevisível”, disse ao explicar que já havia participado de lives organizadas por outras pessoas. “Na semana passada fizemos doações para comunidades carentes da região norte e para grupos de profissionais liberais que não podem atuar por causa do isolamento, mas ainda é muito pouco perto do que é preciso”, finalizou.

A live oficial do cantor, que segue carreira solo há um ano e acabou de lançar um novo disco nas plataformas digitais, será realizada no seu canal do YouTube, que pode ser conferido neste link https://www.youtube.com/user/marcelojlem

A transmissão tem o apoio da agência Public, ForteFarma, Farmácias Bem Estar e Bendita Sapatos.

Saiba mais

Marcelo Martins foi revelado ao mundo como intérprete em 2012 quando o jogador de futebol Neymar dançou Eu Quero Tchu, Eu Quero Tcha em comemoração ao seu centésimo gol. Depois disso emplacou vários hits como Louca Louquinha e Musa, Funknejos que tiveram arranjos assinados por Dennis DJ, Joga o Copo pro Alto com participação de Wesley Safadão e Morango e Mel.

Desde 2011, Marcelo já era um dos principais compositores do cenário sertanejo. Nomes como Luan Santana, Victor e Leo, Cristiano Araujo, João Bosco e Vinícius, Gian e Giovani, Bruno e Marrone e Chitãozinho e Xororó, entre outros, já gravaram composições suas.

Foi a vontade de gravar canções românticas de sua autoria que o levou a romper a formação da dupla e seguir carreira solo, em 2018. Seu primeiro DVD solo é completamente autoral e já está disponível nas plataformas digitais.