unnamed
Crédito: Vivian Coser

O mármore é quase um mineral puro e a sua beleza da pedra brasileira é inigualável. Nos acabamentos de casas e construções, o mármore é certificação de requinte e luxo. Praticamente uma obra de arte, já que cada pedra tem desenhos únicos, jamais semelhantes a nenhum outro recorte.Justamente o que determina o preço do mármore, por exemplo, são as variações de tons, desenhos e pureza: quanto mais branco e sem veios, mais raro e mais caro.

Mostrado na última Vitória Stone Fair | MarmoaccLatin America – uma das maiores feiras de negócios da América Latina –, o Mármore Translúcido, quando disposto diante de determinada iluminação especial, ganha transparência, trazendo efeito incrível ao ambiente.

Impossível imaginar que uma pedra poderia ser transparente, mas o segredo está no refinamento e na iluminação. O mármore branco é refinado até ficar com cerca de meio centímetro de espessura. Dessa forma, ele ganha o efeito da transparência. Quando disposto com uma iluminação embutida, o efeito é ainda mais impressionante.

A sugestão de especialistas é usar a pedra em locais que tenham grande possibilidade de contemplação: hall de entrada da casa, salas de visitas, e onde há fluxo de passagem de pessoas. “Esse material também é usado em lavabos e até salas de jantar. Quando bem empregado, torna-se atemporal”, diz a arquiteta especialista em pedras ornamentais, Vivian Coser. “O preço varia de acordo com o material escolhido. Existem mármores brancos translúcidos com bom preço, já os ônix, mais raros, têm preços bem mais elevados”, explica.

O Brasil é um dos maiores produtores de pedras ornamentais do mundo, tendo movimentado cerca de 500 milhões de dólares em comércio exterior somente nos primeiros cinco meses do ano. A diversidade de 1.200 tipos diferentes das pedras brasileiras encanta arquitetos e designers nacionais e internacionais, por isso a Vitoria Stone Fair é um dos maiores eventos desse setor do mundo. A próxima, inclusive, acontece de 14 a 17 de fevereiro de 2017, novamente no Espírito Santo. (Bia Schauff)