Opções incluem cidades no Brasil e na América do Sul para aproveitar os dias de folga

9D8D27F7-E1FB-490E-ACE8-1FE50EC7C7F9
Diamantina é cenário da minissérie Liberdade, Liberdade, exibida pela Rede Globo.

Mais um feriado prolongado se aproxima e os brasileiros já estão ansiosos para viajar. Porém, diante de uma variedade de lugares para explorar, muitas pessoas acabam ficando indecisas na hora de escolher o melhor destino para aproveitar ao máximo os momentos tão esperados de descanso.

Para o feriado de Tiradentes, no próximo dia 21, existem diversas opções de roteiros de viagens no Brasil e na América do Sul. Com o objetivo de ajudar os viajantes que pretendem aproveitar os quatros dias de folga, a momondo selecionou oito cidades perfeitas para os turistas que estão indecisos na hora de escolher para onde ir.

  1. Tiradentes (Minas Gerais)

Os turistas que gostam de conhecer a história do Brasil e suas datas comemorativas podem optar pela cidade que leva o nome do feriado prolongado. Visitar Tiradentes, no sul de Minas Gerais, é ter uma aula prática de história, em meio a belas paisagens e muitos mimos gastronômicos. A cidade onde nasceu o herói da Inconfidência Mineira deve ser explorada com calma e de preferência a pé. Em suas ruas coloniais calçadas com pedras pés-de-moleque, as igrejas do século XVIII dividem a atenção com o preservado casario formado por sobrados que abrigam restaurantes, pousadas, antiquários e lojas de artesanato que acendem seus lampiões na fachada ao anoitecer.

 2.     Diamantina (Minas Gerais)

Cenário para gravação da minissérie Liberdade, Liberdade, exibida pela Rede Globo, Diamantina, no Vale do Jequitinhonha, é uma cidade de muitas qualidades. Há dez anos, foi declarada Patrimônio da Humanidade pela Unesco, devido a suas construções preservadas. Com diversos atrativos como grutas, vilas históricas e cachoeiras deslumbrantes, a cidade é perfeita para uma caminhada cheia de descobertas. As Casas de Juscelino Kubitschek e Tiradentes são atrações obrigatórias para quem visita o local. As duas foram transformadas em museu.

3.   São João del Rei ( Minas Gerais)

São João del Rei é um dos lugares mais charmosos de Minas Gerais. A cidade ainda preserva tradições que atravessaram os séculos. Lá,  o badalar dos sinos para anunciar missas e datas comemorativas fazem parte do cotidiano dos moradores. Histórias e lembranças do Brasil Colônia continuam vivas no Centro Histórico da cidade, onde ficam belos sobrados e casarões, como o Solar dos Neves, que ainda hoje pertence à família do ex-presidente Tancredo Neves, e a igreja de Nossa Senhora do Pilar. O casario antigo abriga ainda restaurantes e lojas que oferecem cobiçadas peças produzidas com metal nobre da região.

4.   Ouro Preto (Minas Gerais)

Ouro Preto é uma cidade histórica e tem grande importância para a cultura brasileira. Com seu conjunto arquitetônico, tornou o Brasil conhecido pelo estilo Barroco. Por isso, o local foi considerado Patrimônio da Humanidade. Uma das principais atividades é sair pela cidade e conhecer os altares, além de garimpar peças nos antiquários e feiras de artesanato. As cafeterias da cidade também são uma ótima opção. Outra grande atração é a antiga maria-fumaça que leva à cidade vizinha de Mariana e também para o Pico do Itacolomi, protegido em um parque estadual com 75 quilômetros quadrados repletos de mirantes naturais.

 5. Rio das Ostras (Rio de Janeiro)

Quem procura tranquilidade no feriado de Tiradentes terá, em Rio das Ostras, uma bela opção no litoral norte do Rio de Janeiro, entre Búzios e Macaé. Os destaques são as belas praias: das pacatas Tartaruga e Joana, ideais para curtir com as crianças, até a badalada Costazul, point dos praticantes de windsurf e que ganha agito extra no cair da noite, com seus quiosques e barzinhos. Vale explorar o centro da cidade também, incluindo passar algumas horas sob a sombra da figueira centenária onde repousaram nomes como Dom Pedro II e Getúlio Vargas ou fazer uma foto à beira da Lagoa do Iriri, mais conhecida como “Lagoa da Coca-Cola”, por sua cor escura.

6.    Parque Nacional do Catimbau (Pernambuco)

O Parque Nacional do Catimbau, também conhecido como Vale do Catimbau, é o segundo maior parque arqueológico do Brasil. Criado em 2002, integra os municípios de Buíque, Ibimirim, Sertânia e Tupanatinga.Quem gosta de desbravar trilhas no meio da natureza e cavernas terá uma gama de opções, com paisagens formadas por montanhas, encostas, vales abertos e rochas de arenito colorido. A área tem registros de pinturas rupestres e artefatos da ocupação pré-histórica. Com certeza, será uma viagem que ficará na memória.

7.      El Calafate (Argentina)

Muitos turistas adoram o frio e preferem o clima abaixo de zero. Uma dica para quem pretende tirar as blusas do armário é viajar para o extremo sul argentino e descobrir uma paisagem natural, verdadeira eúnica. El Calafate, um simpático vilarejo localizado na província de Santa Cruz, vem ganhando popularidade entre os viajantes, principalmente por ser ponto de partida para visitar o Parque Nacional Los Glaciares. O lugar conta com excelentes hotéis, boa gastronomia e muitas lojas para compra de artesanato e roupas de inverno.

8.      Casapueblo(Uruguai)

Ao extremo sul do planeta, está a cidade-escultura Casapueblo. Localizada em Punta Ballena, a 20 minutos de Punta del Este, o local foi a antiga casa de verão do artista plástico e arquiteto uruguaio Carlos Páez Vilaró, que a transformou num misto de museu, galeria de arte e hotel. O lugar impressiona pelas belas formas inspiradas nas casas de Santorini, na Grécia. Ninguém vai reclamar de subir enormes escadas sem corrimão até chegar ao Club Hotel Casapueblo e seu restaurante Las Terrazas, que conta com saboroso cardápio internacional e lindas vistas panorâmicas da região. E quem se hospeda por lá, tem à disposição mimos garantidos durante a estadia, como spa com piscina aquecida, hidromassagem, sauna, hipismo, golfe, tênis, jet ski e muito mais. (FirstCom Comunicação)