Marca especializada em tamanhos grandes convida cliente para falar sobre dificuldades e tabus

A Flaminga, maior loja virtual plus size do Brasil, foi surpreendida ao receber um e-mail de uma cliente. Acostumados a receber muitos e-mails com elogios sobre seus produtos, serviços e atendimento, esta mensagem tinha muito mais do que isso: o texto enviado pela advogada Mariana Rodrigues mostrou como se sentem as mulheres que vestem acima de 44 e, finalmente, conseguem encontrar modelos de roupas que traduzam seu estilo, valorizando o que o corpo da mulher tem de mais belo.

Assim como mais de 50% da população, que encontra dificuldades em comprar roupas bonitas e confortáveis feitas em tamanhos maiores, Mariana decidiu agradecer à marca e compartilhar em seu perfil em uma rede social o quanto ficou satisfeita em encontrar uma empresa que compreendesse os seus anseios. O que ela não imaginava é que teria tantas curtidas, compartilhamentos e comentários de mulheres se identificando  com seus sentimentos.

“Cada e-mail ou avaliação de produto que recebemos diariamente de nossas clientes é sempre muito especial, mas este da Mari tinha algo ainda mais importante: ele tem um alinhamento perfeito com o propósito da nossa marca: a Flaminga adora reforçar a autoestima e empoderar as mulheres gordas. Mais do que gostar das nossas roupas, serviços ou atendimento, falava de como a Mariana se sentia vestindo as roupas. E as possibilidades e transformações que isso trouxe pra ela”, diz Sylvia Sendacz– sócia daFlaminga.com.br

O que a advogada e atual blogueira e consultora de moda não imaginava era que desse contentamento nasceria uma parceria: Mariana foi convidada pela Flaminga para escrever no blog da empresa, e, neste espaço, Mari sem Vergonha – como é conhecida no mundo virtual – compartilha conteúdos sobre sua rotina, dificuldades e novidades no mundo plus size. Além disso, coloca em pauta assuntos como gordofobia, quebra de padrões de beleza e a importância do empoderamento feminino, de se aceitar e se amar acima de tudo.

“A ideia da criação da Mari sem Vergonha, foi dar voz a nossa cliente, sem falar de roupas, mas sim de empoderamento. Fazendo isso através de uma mulher que sempre se achou gorda, mas é muito bem resolvida. É assim que queremos que todas as clientes da Flaminga se sintam!” – comenta Sylvia Sendacz. (ABlab)