Jornalismo Basileu França

Objetivo do evento é promover um intercâmbio cultural e pessoal, além de focar no ensino da Música de Câmara e na prática de instrumento

A Orquestra Sinfônica Jovem de Goiás (OSJG), uma iniciativa da Escola do Futuro de Goiás em Artes Basileu França, vinculada à Secretaria de Estado de Desenvolvimento e Inovação (SEDI), realiza a “Masterclass para Cordas”, nesta segunda-feira (11), das 14h às 17h. O evento será realizado no Teatro Basileu França, cumprindo-se todas as normas de segurança sanitária estabelecidas pelos órgãos de Saúde municipal e estadual. Os interessados podem se inscrever pelo e-mail: orquestrajovemgoias@gmail.com.

A masterclass será ministrada por Natanael Ferreira, Mestre em Música pela Haute Ecole de Musique de Geneve (na Suíça). O profissional, que atua como solista, músico de Câmara e maestro na Europa, pretende repassar aos alunos um breve resumo de sua experiência no cenário da Música internacional. “Quero abordar o contexto de Música de Câmara, que é muito importante e, sobretudo, esse intercâmbio de cultura e música entre o Brasil e a Europa, ou seja, o que eu aprendi lá. E eu sei como é aqui no Brasil, porque eu já vivi. Quero fazer uma mistura disso para que tenham um conhecimento, mesmo que brevemente, do que é Música de Câmara, do que é fazer Música em um contexto mais livre”, afirma.     

O objetivo do evento é, além de promover um intercâmbio cultural na área de Música, proporcionar também um intercâmbio entre pessoas. Isso será possível dada a vivência de Natanael Ferreira no exterior. Ele é diretor artístico do Ensemble Alma Brasileira, um grupo de músicos brasileiros que residem em Genebra, na Suíça. Esse grupo se destaca com apresentações em quarteto ou Orquestra inteira, fazendo música brasileira e europeia, e acompanhando solistas também.

Nesse sentido, o músico almeja realizar essa troca recíproca tanto com os jovens músicos da OSJG, quanto com todas as pessoas que quiserem participar, já que o evento é destinado à comunidade musical e também para não músicos que tenham interesse em conhecer um pouco desse universo. Natanael Ferreira destaca a atuação da embaixadora do Brasil no Consulado em Genebra, Suzan Kleenbank, que apoia imensamente trabalhos como esse, tendo apoiado, inclusive, o Coro Sinfônico Jovem de Goiás (CSJG) em uma turnê na referida cidade suíça. “Então, será uma ligação também do Consulado do Brasil em Genebra com a OSJG e, por quê não, levar a OSJG para mais uma turnê na Europa (na Suíça ou na Alemanha), com o nosso Ensemble Alma Brasileira, em parceria com o Consulado, que tem feito projetos culturais excelentes?!”, comenta.

Sobre a expectativa para a masterclass, Natanael Ferreira diz ser excelente. “Espero que seja uma explosão de perguntas e de respostas e que possa ajudar os ouvintes, as pessoas que irão tocar e não só aqueles que estiverem escutando. A expectativa é que dê muitos frutos, que encha a mente dos jovens músicos de ideias novas para que essa masterclass seja o início de uma parceria entre a Orquestra Jovem e o Ensemble Alma Brasileira, com o apoio da embaixadora Suzan Kleenbank e que seja também o início de uma parceria com os músicos, com os jovens que queiram estudar. Eu quero trazer um pouco do que eu aprendi para o Estado de Goiás para que eu possa incentivar e inspirar esses jovens músicos”, pontua.     

Serviço:

Data: 11/01/2021

Horário: 14h às 17h

Local: Teatro Basileu França, situado à Avenida Universitária n° 1750, Setor Leste Universitário, Goiânia-GO.

Natanael Ferreira

Bacharel e Mestre em Música pela Haute Ecole de Musique de Geneve (na Suíça), ingressou em 2019 na Queen Elizabeth Music Chapel como artista residente solista e como músico de câmara com o Aurora Piano Quartet. Natanael Ferreira é membro da renomada Verbier Chamber Orchestra e diretor artístico do Ensemble Alma Brasileira, com sede em Genebra (Suíça). Faz concertos regularmente com o Aurora Piano Quartet e como músico convidado da Orchestre de la Suisse Romande, destacando-se como um dos grandes jovens talentos da viola, segundo críticos musicais europeus.

Sobre a Escola do Futuro de Goiás em Artes Basileu França

A Escola do Futuro de Goiás em Artes Basileu França teve origem em 1967, na Escola de Artes Veiga Valle. A instituição possui como missão oferecer capacitação artística, desde o início até a formação superior, nas seguintes áreas: Arte Educação, Arte Inclusão, Artes Visuais, Circo, Dança, Música, Superior de Tecnologia em Produção Cênica e Teatro. Atualmente, diversos grupos da Escola de Arte são reconhecidos nacional e internacionalmente, como o Balé do Teatro-Escola Basileu França, a Orquestra Sinfônica Jovem de Goiás (OSJG), dentre outros.