Programação do dia também inclui competições em dois horários e oficina com professora do Rio de Janeiro
festival internacional de dança de goiás
Começa nesta quarta-feira (05) o Festival Internacional de Dança de Goiás, que está em sua quinta edição. O evento será realizado até o domingo (09), contando com grandes nomes da dança reconhecidos no Brasil e no exterior. A realização é do Studio Dançarte, das irmãs Gisela e Ariadna Vaz, com apoio do Governo de Goiás e do Conselho Brasileiro da Dança (CBDD).
O festival é aberto ao público e tem entrada gratuita para as atividades promovidas no Centro Cultural Oscar Niemeyer, incluindo a Mostra Competitiva e a Não Competitiva. No local, estarão disponíveis o restaurante Rajá e uma lanchonete. Além disso, será realizada a Feira da Dança, com várias lojas com artigos de dança, como Capezio, Só Dança, Dancin e Biju Ballet. Serão montados também os estandes da STvi, que oferecerá o serviço de filmagem, e de Oswaldo Neto, que é de fotografias.
Apenas os workshops com coreógrafos brasileiros e estrangeiros serão ministrados na unidade do Studio Dançarte que fica no térreo do Edifício Brookfield Tower, localizado na Avenida Jamel Cecílio nº 2929, esquina com a Rua 56, no Jardim Goiás. Nessa unidade, o público terá acesso a uma lanchonete.
As oficinas terão início na quarta-feira (05), começando pela de ballet clássico juvenil, das 09h30 às 11 horas, que seguirá no dia seguinte, nesse mesmo horário. O conteúdo será passado pela professora Alice Arja, do Rio de Janeiro, que é relações internacionais na América do Sul do Miami City Ballet e possui a Escola de Dança Alice Arja e a Cia. de Ballet do Rio de Janeiro.
Também na quarta e quinta-feira (05 e 06), das 11 horas às 12h45, será promovido o workshop de ballet clássico intermediário e avançado da professora Natalia Berrios, do Chile. Ela é primeira bailarina estrela do Ballet de Santiago, integrando a companhia desde 1993, e já participou de diversos festivais e concursos em todo o mundo.
Competições
A Mostra Competitiva terá início também na quarta-feira, contando com a participação de bailarinos de 16 estados brasileiros e do Distrito Federal nos cinco dias de festival. O evento terá premiações diárias, além de indicação para prêmios especiais que serão entregues no último dia. O Festival Internacional de Dança de Goiás oferece uma das melhores premiações em dinheiro entre os eventos da área no Brasil.
O Melhor Grupo receberá R$ 15 mil, enquanto os vencedores como Melhor Bailarina e Melhor Bailarino serão premiados com R$ 10 mil cada um. Será feita a escolha da Bailarina ou Bailarino Revelação, de até 14 anos de idade, que receberá R$ 6 mil, o mesmo valor do prêmio para Melhor Coreógrafo. Já o Melhor Grupo Infantil será premiado com R$ 2 mil.
As competições terão início às 17 horas, com apresentações das categorias Infantil e Júnior (Dança Kids) de solos, duos, trios e conjuntos de Clássico Livre, solos e conjuntos de Estilo Livre e solos e conjuntos de Jazz. No mesmo dia, às 20 horas, as demais categorias apresentarão solos, duos, trios e conjuntos de Clássico Livre e solos, duos e trios de Estilo Livre. As categorias são: Infantil (de 7 a 9 anos), Júnior (de 10 a 12 anos), Juvenil (de 13 a 15 anos), Adulto (de 16 a 18 anos) e Avançado (acima de 19 anos).
Os jurados que irão avaliar as coreografias tanto das 17 horas quanto das 20 horas são Alice Arja, Cristina Helena e Tíndaro Silvano. Às 20 horas, Natalia Berrios também integrará o corpo de jurados. Cristina Helena é delegada do Conselho Brasileiro da Dança em Minas Gerais (órgão vinculado à Unesco) e Tíndaro Silvano atuou nas companhias do Palácio das Artes, do Ballet Guaíra e do Ballet do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, todas do Brasil, e do Ballet Gulbenkian, de Lisboa. (OlhO Comunicação Estratégica)