A iniciativa é do Casulo Moda Coletivo e visa dar autonomia financeira as mulheres da cidade
Maiene Horbylon e Milleide Lopes - sócias do Casulo. Ao centro a estilista Su Martins. Divulgação.
Maiene Horbylon e Milleide Lopes – sócias do Casulo. Ao centro a estilista Su Martins
Este final de semana promete ser movimentado em Ipameri. É que a cidade, localizada na região sudoeste do Estado, sediará o projeto Formação Casulo. A iniciativa visa a formação de mulheres, principalmente de baixa renda, para o desenvolvimento de produtos de moda a partir da utilização de materiais descartados.
O projeto vai até o mês de março e contará com palestras sobre negócios e oficinas de criação de produtos (modelagem, corte, costura, acabamento, etc.), formação de preços e fotografia para internet. Neste primeiro encontro, a estilista Su Martins ensinará as participantes a produzir uma carteira feminina utilizando material de guarda-chuva, retalhos de tapeçaria e papelão. Além disso, a conferencista Beth Quinan ministrará palestra sobre Auto Liderança. As atividades acontecerão nos espaços da oficina-escola Cerâmica Educacional Boa Nova.
Idealizado pelo Casulo Moda Coletiva, o projeto pretende contribuir para a profissionalização e autonomia financeira de mulheres do interior do Estado, além de colaborar para a diminuição de diversos tipos de descartes que desequilibram o meio ambiente. O financiamento é do Fundo de Arte e Cultura de Goiás e tem o apoio cultural da Prefeitura de Ipameri. (Kaká Nascimento)
O quê: Projeto Formação Casulo
Quando: 20 de janeiro à 18 de março de 2017
Onde: Centro Educacional Boa Nova (Av. Gustavo Leyser, 41, Bairro Dom Vital. Ipameri-GO)
Palestras: Gratuita e aberta à comunidade
Inscrições das oficinas: Gratuitas (mediante curadoria)
Informações: (62) 3609-6757 / (62) 9297-9681 (Maiene)