Realização da RENKA, com participação dos artistas visuais Dojla, Itty, Mateus Dutra, Morbeck e 
O Fera!, projeto vai colorir Aruanã (GO), entre os dias 8 e 18 de junho de 2018
 
A cidade como nossa maior tela. Esta é a proposta do muralismo, linguagem artística, pública e acessível, que tem realçado a beleza de metrópoles, urbes, vilas e vilarejos por todos os cantos do Brasil e do mundo. Esta também é a pegada da residência RIORUA, projeto da RENKA – Dojla, Itty, Mateus Dutra, Morbeck e O Fera! -, e que vai colorir Aruanã (GO), entre os dias 8 e 18 de junho de 2018.
 
Dentro do RIORUA serão pintados pelo menos cinco murais, em pontos estratégicos da principal cidade turística do Rio Araguaia. Portos, escolas, praças, entre outros espaços, recebem o olhar apurado dos próprios pintores, que analisam aspectos técnicos como localização, dimensão e fotografia para definir o tamanho, o formato e o conteúdo das intervenções. Oficinas com a comunidade local também compõem a programação.
Os artistas do RIORUA ​pertencem a uma mesma geração de estudantes da Faculdade de Artes Visuais da Universidade Federal de Goiás (FAV/UFG). Além dos trabalhos pessoais de cada um, juntos já fizeram residência e compartilharam 

​​

seus murais em locais como a Vila de São Jorge, na Chapada dos Veadeiros/GO e em Itacaré e Barra Grande, na Bahia. Em Goiânia, as ações da RENKA tendem a se concentrar no centro da cidade.

 
RIORUA
O RIORUA surge a partir de uma ideia já consagrada pelos artistas, que é levar a cultura de pintura de murais para cidades do interior e interagir com as comunidades. “Nas imagens criadas, todos temos a parcimônia de retratar elementos culturais regionais que representem o povo e suas tradições. Imagens que podem ser complexas, mas que as pessoas entendam e se identifiquem facilmente”, explica André Morbeck, um dos artistas residentes e participante da RENKA.
 
Os artistas trarão para suas pinturas elementos da cidade, abordando a ligação estreita das pessoas com o Rio Araguaia. Celebra suas riquezas naturais e volta o olhar para questões como sustentabilidade e preservação do meio ambiente. “É um projeto que visa contar de maneira artística e lúdica a relação da cidade e das pessoas de Aruanã com o Rio Araguaia, e a abundante fauna e ­flora que o circunda”.
 
O RIORUA tem como o público alvo o cidadão, e permite que ele possua novas maneiras de interagir com o espaço existente. “A ideia é proporcionar uma experiência visual que pode revelar diferentes formas de perceber a cidade e criar novas relações afetivas com a paisagem”.
 
Diálogo
A participação de artistas visuais da própria cidade de Aruanã está entre as ações do RIORUA. “O projeto é aberto para artistas locais, nascidos ou residentes da cidade, que queiram participar das criações e até pintar um painel próprio com auxilio dos artistas residentes”, destaca Morbeck. A seleção será feita presencialmente a partir do dia 8 de junho, durante a pintura dos murais.
Incentivo

​​​​
O RIORUA acontece durante o mês de junho, em Aruanã (GO) e tem incentivo do Fundo de Arte e Cultura de Goiás, Seduce, Governo de Goiás e apoio local da Prefeitura Municipal de Aruanã, Associação dos Barqueiros de Aruanã, Escriptorium Bar e Colégio Estadual Dom Cândido Penso. Uma produção de Ianna Mundim, vídeo Diogo Fleury e Rigel Silva.
 
Serviço
RIORUA
Residência RENKA
Dojla, Itty, Mateus Dutra, Morbeck e O Fera!
Data: 8 e 18 de junho de 2018.
Local: Aruanã