Omar Layunta e Leandro Pires idealizadores do projeto, Governador Marconi Perillo e o arquiteto Leo Romano - entrega projeto de requalificação - Foto Gabinete do Governado
Omar Layunta e Leandro Pires idealizadores do projeto, Governador Marconi Perillo e o arquiteto Leo Romano – entrega projeto de requalificação

O governador Marconi Perillo abriu o Palácio das Esmeraldas, na manhã do dia 23, para café da manhã, oferecido pela Associação das Empresas Funerárias do Estado de Goiás (Aefego), de lançamento do livro Santana, Cemitério Art Déco – Fashion Cemetery. 

Também o renomado arquiteto Leo Romano entregou às mãos do governador o projeto proposto para requalificação do Cemitério Nossa Senhora de Santana. Para o Governador, “valorizar o acervo art déco deve ser obrigação de todos nós”, disse, ao observar que Goiânia reúne o segundo maior patrimônio desse estilo no mundo, atrás apenas da cidade de Miami.

Marconi elogiou o projeto de requalificação da parte pública do cemitério assinada e apresentada por Leo, a convite de Layunta e Pires. “É uma proposta muito bacana. Sugiro que vocês ingressem imediatamente com pedido (de financiamento) no Fundo Estadual de Cultura, da Lei Goyazes e outros fundos nacionais (Lei Rouanet, por exemplo) e municipais para que seja implementado”, aconselhou.

Na avaliação do governador, o Cemitério Santana é um espaço que pode se tornar importante ponto turístico de Goiânia, a exemplo dos cemitérios da Consolação, em São Paulo; e Recoleta, na Argentina. “Quando fui a Buenos Aires pela primeira vez, fiz questão de visitá-lo”, contou.

 A Obra

O livro Santana, Cemitério Art Déco – Fashion Cemetery – foi também apresentado no mesmo dia na Livraria Nobel do Shopping Bougainville onde se encontra disponível para compra. A ação integra o projeto Santana Cemitério Art Déco, idealizado pelo consultor em Fashion Business Leandro Pires, e o empresário Omar Layunta. A obra inclui coleção desenvolvida por alunos de Design de Moda da Universidade Salgado de Oliveira (Universo), coordenada por Leandro Pires, que também assina o croqui – Pórtico Cemitério Nossa Senhora de Santana – que ilustra a capa.

O livro é ilustrado pelo fotógrafo de moda Augusto Quinan, e traz ainda artigos da Profa. Maria Elizia – Doutora em Estudos Cemiteriais; do coordenador do curso de Moda da Universidade Salgado de Oliveira (Universo), Rogério Flori; do consultor Leandro Pires; do empresário Omar Layunta e do gestor cultural Décio Coutinho.

 O Cemitério

Construído em 1940, com 290 mil metros quadrados, o Cemitério Santana é o mais antigo de Goiânia. Possui estilo arquitetônico art déco, movimento de grande expressão da época e muito presente nas construções goianas. Lá estão os corpos de Pedro Ludovico Teixeira, fundador de Goiânia e sua esposa Dona Gercina Borges; do poeta e escritor Leo Lynce; do jornalista, Jaime Câmara; do primeiro prefeito de Goiânia, Venerando de Freitas Borges, entre outras personalidades do Estado. O cemitério foi tombado em 2000 pelo Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico, Cultural e Ambiental da cidade de Goiânia. (Adevania Silveira)