Proprietários de imóveis que não se adequarem às normas serão autuados por fiscais da Seplanh com multa e até interdição do imóvel

A Secretaria de Planejamento e Habitação em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde e Agência Municipal do Meio Ambiente, Rizzo Imobiliária, Consciente Construtora e Incorporadora e Sindicato dos Funcionários da Fiscalização Municipal de Goiânia (Sindiffisc), realiza nesta terça-feira, 23, o Dia D Contra o Aedes aegypti, transmissor da dengue, chikungunya e zika vírus. A ação promovida na Praça do Setor Coimbra, localizada na Avenida T-1 com T-6 (em frente ao Hipermercado Moreira) a partir das 8 horas da manhã contará com a participação de fiscais da Seplanh, Amma e agentes da vigilância sanitária.

O secretário de planejamento e habitação da prefeitura de Goiânia, Sebastião Ferreira Leite, o Juruna, afirma que foi desenvolvido um processo com o Ministério Público Estadual para erradicação do mosquito em Goiânia. “Essa ação é o momento de todo esse processo de convencimento para educação da sociedade no combate aos focos de mosquito e no sentido de fazer a prevenção das doenças transmitidas pelo aedes”, diz.

O titular da Seplanh revela que a pasta possui uma relação de locais onde agentes da vigilância sanitária da secretaria da saúde tentaram entrar e não conseguiram. “Nós da Seplanh temos uma amplitude maior estabelecido pelo código de postura de fiscalização. Teremos chaveiros para fazer essa fiscalização, caso haja resistência”, ressalta o secretário Sebastião Leite.

“Nossos fiscais atuarão nesses imóveis de acordo com a Lei Municipal 8887 de 2010. A mesma prevê que, após a notificação, um prazo é dado para que o problema seja resolvido, caso o proprietário não resolva ele será multado e até penalizado com a interdição do local ou estabelecimento. A fiscalização irá autuar todos que estiverem em desacordo com a lei”, garante Juruna.

Sebastião lembra que todos os fiscais da Seplanh passaram por treinamento para lidar com a prevenção do mosquito aedes aegypti. “Nossos fiscais foram treinados para atuarem no combate e prevenção. Já que os contribuintes não estão atendendo as reivindicações dos agentes, esses colaboradores da Seplanh irão autuar essas pessoas com multas que vão de R$ 1.916 a 19.170,00”, declara o secretário.

PREVENÇÃO

Para evitar a transmissão dos vírus da dengue, zica vírus e chikungunya é fundamental que a população verifique se a caixa d’ água está bem fechada, não acumule vasilhames no quintal, não deixe calhas entupidas e coloque areia nos pratos dos vasos de plantas, entre outras iniciativas.

O secretário  relata que qualquer recipiente que acumule água parada pode ser um criadouro dos mosquitos transmissores. “Manter alerta para eliminar possíveis focos dos mosquitos que transmitem é importante para que não registremos novos casos e a Seplanh tem esse compromisso com o a Capital”, enfatiza Sebastião Leite. (Palavra Comunicação)

Serviço

Dia D Contra o Aedes

Data: 23 de fevereiro de 2016

Horário: 8h da manhã

Local: Avenida T-1 com T-6 (em frente ao Hipermercado Moreira)