Shows gratuitos, peças teatrais e oficinas são exemplos de atrações promovidas pelos centros de compras em Goiânia

TEATRO-REI-LEAO-2 (2)
Teatro Rei Leão

Shopping centers têm investido cada vez mais em ações de entretenimento e eventos culturais em seus espaços. Além de proporcionar maior aproximação dos centros de compras com a população, as atrações aumentam a circulação de pessoas, o que beneficia os lojistas. Em Goiânia, muitos desses estabelecimentos têm investido em eventos gratuitos, dentro de projetos que buscam atrair, semanalmente, diversidade de público e, paralelamente, oferecem lazer e cultura à comunidade.

É o que ocorre todos os finais de semana em shoppings como o Buriti, Portal, Portal Sul e Estação Goiânia. Além de happy hours, o Buriti estreou, em junho deste ano, uma proposta de pocket show, o Buriti Live, que visa a aproximar o público local do cenário da MPB e oferecer oportunidades de participação de seu público em experiências diferenciadas. Os acústicos são gratuitos e os artistas trazidos têm carreira nacional, como Leoni, Kiko Zambianchi e Ed Motta, que se apresenta no dia 25.

O superintendente adjunto do Buriti Shopping, Carlos Santana, afirma que esse investimento se consolidou sobretudo a partir deste ano e que a prática segue a tendência da ascensão de serviços e lazer para as famílias. “O nosso objetivo é propiciar experiências diferenciadas para os atuais clientes e atrair novos públicos para que conheçam o shopping. Além disso, essa é a tendência mundial da indústria de shopping centers e está ligada à mudança dos hábitos de consumo”, explica.

Os shoppings também realizam semanalmente, entre quarta-feira e domingo, shows gratuitos com artistas locais de diferentes gêneros musicais, as happy hours. Os palcos são montados nas praças de alimentação e as apresentações começam no início da noite e também durante a tarde, aos domingos. Além disso, os centros de compras têm investido em atrações como peças teatrais, oficinas, exposições, brinquedos e circos. Um simulador de montanha russa é a mais recente atração do Portal Shopping, que permanece até o final de outubro no centro de compras. Com tecnologia de realidade virtual, o brinquedo recria ao máximo a sensação de realidade e proporciona muita adrenalina para adultos e crianças.

Envolvimento

A gerente de marketing do Shopping Estação Goiânia, Carolina Pajaro, explica que uma estratégia muito usada no mall para atrair o público é envolver a sociedade na execução das ações. “Fizemos isso com a campanha A Loja Vazia e sempre repetimos campanhas de doação de sangue, feiras de adoção de animais, realizamos o Encontro das Ligas Acadêmicas dos estudantes de medicina para prestar serviços médicos gratuitos à comunidade. Atualmente, estamos promovendo o Festival da Moda, uma série de atividades gratuitas relacionadas ao mundo da moda, em parceria com o curso de Moda da UEG. O resultado desse tipo de ação é melhor, pois alcançamos o respaldo dos clientes nessas ações sociais”, afirma.

O Estação Goiânia registra um aumento no fluxo de pessoas que vai de 3% a 20%, variando de acordo com o tipo de evento. Carolina Pajaro revela que o investimento nas ações é relativo, já que conseguem realizar muitas ações com parcerias, oferecendo estrutura, divulgação e público. “As ações que mais dão retorno são aquelas que se identificam com os clientes. Ou seja, aquelas que nascem de uma alguma necessidade existente em nosso público, como os eventos que oferecem serviços de saúde”, completa. (Kasane Comunicação)