(divulgação)

Jornalismo Basileu França

A Orquestra Sinfônica de Goiânia dá prosseguimento à sua Temporada Online realizando 04 concertos inéditos, aproveitando a temática do Dia da Consciência Negra (20/11) e o Dia do Músico (22/11).

No dia 19 de novembro, quinta-feira, às 20h, a Banda Juvenil de Goiânia leva ao público o programa “Jovens Solistas”, com a participação de jovens músicos bolsistas da Rede Municipal de Núcleos Musicais como solistas, diretamente do Teatro Basileu França. Executando obras para solista e banda de compositores como Rimsky-Korsakov, Alfred Reed e Rodney Newton, estarão os solistas Kesyde Sheilla (clarineta), Dayse Santiago (saxofone), Gabriel Queiroz (trombone), Pedro Camargo (trombone) e William Lino (tuba). A regência será do maestro Regis Jayme. O objetivo é levar ao público um programa variado, com estilos e estética variados, mostrando o talento dos jovens da Banda Juvenil, dando aos mesmos a oportunidade de desenvolvimento de suas habilidades de performance. Esse tipo de desafio é uma experiência importante na formação de um músico profissional e a Rede Municipal de Núcleos Musicais tem buscado sempre atender essa demanda por meio de seus grupos bolsistas.

No dia 20 de novembro, sexta-feira, às 20h, o Coro Sinfônico de Goiânia apresenta o concerto “Consciência Negra – Consciência todo dia”, contendo música solo e música coral afro-brasileira e afro-americana, alternada com relatos sobre o racismo estruturado em nossa sociedade. São montagens feitas em home office pelos profissionais do Coro Sinfônico de Goiânia, sob a regência e coordenação da maestrina Katarine Araújo. O Coro Sinfônico ainda está totalmente em trabalho home office, tendo em vista que a atividade coral é considerada a atividade artística mais propensa à disseminação do vírus e que, em caso de infecção, tem deixado nos cantores profissionais sequelas quase irreversíveis no trato vocal. Daí o cuidado com os profissionais do canto nesse período de pandemia, com o trabalho acontecendo normalmente à distância. 

No dia 21 de novembro, sábado, às 20h, a Rede Municipal de Núcleos Musicais apresenta o espetáculo “Negra Música Negra”, com a participação de vários artistas convidados da cidade, sob a coordenação de Maxwell Amaral e direção de Wesley Neres. É um programa que exalta a produção musical negra, percorrendo os caminhos da voz, sons e gritos de protesto que marcaram a história da humanidade. Das músicas de trabalho nas lavouras, passando pelo poder avassalador do Jazz, as músicas de protestos e movimentos de direitos humanos até o inimaginável instante em que o mundo reconstrói o inimaginável momento onde um interprete negro toca uma música barroca no cravo. Vivemos ainda em um mundo intolerante, mas que permite vislumbrar um futuro onde a cor não será um limitante para o talento. Mesmo em meio a condições desumanas, ainda assim os Negros moldaram a cultura mundial, e é indiscutível o seu legado para a Música. Nessa programação não buscamos suscitar uma vez mais a falta de consciência presente na humanidade, nem elucidar uma vez mais as críticas condições que ainda hoje estão sujeitos, mas mostrar que, em meio à condições e contextos deploráveis, a história foi escrita por negras mãos.

No dia 22 de novembro, domingo, às 17h, a Orquestra Sinfônica de Goiânia apresenta um programa em comemoração ao Dia do Músico (Dia de Santa Cecília, Padroeira da Música), homenageando um dos compositores mais notáveis de toda a história da música universal: o austríaco Wolfgang Amadeus Mozart. Sob a regência do maestro convidado Alessandro Borgomanero, a orquestra levará ao público duas obras do gênio austríaco: a Sinfonia nº 27 em La Maior, e o Concerto em Lá Maior para Clarineta e Orquestra. São duas obras importantes do repertório do compositor, em especial o Concerto para Clarineta, que foi a última obra completa escrita pelo compositor antes de sua morte em 1791. O solista será o primeiro clarinetista da OSGO Pedro Hernique Alliprandini. Gravado no Teatro Basileu França, e uma excelente oportunidade de conferir a genialidade de Mozart, cuja produção é uma das mais numerosas entre os compositores clássicos, sendo mais de 600 obras, apesar de ter falecido precocemente, aos 34 anos de idade.    

Os concertos estão sendo realizado em parceria com o Teatro Goiânia (unidade da Secretaria de Estado da Cultura) e Teatro Basileu França (unidade da Secretaria de Desenvolvimento e Inovação de Goiás), e serão transmitidos pelo canal de vídeos da Orquestra no Youtube: www.youtube.com/orquestrasinfonicadegoiania

Os concertos da Temporada Online da Orquestra Sinfônica de Goiânia são realizados com a restrita observação das recomendações das autoridades sanitárias em nível estadual e municipal, bem como dos protocolos de segurança recomendados pelo Fórum Brasileiro de Ópera, Dança e Música de Concerto. De março a junho, a Orquestra Sinfônica de Goiânia e seus grupos realizou o projeto Orquestra em Casa, que compreendeu a realização de lives musicais, entrevistas e masterclasses com grandes artistas do cenário nacional, além de concertos online em datas comemorativas. Diante da impossibilidade de realização de concertos presenciais, o grupo vem realizando desde julho passado, a sua temporada de forma digital, ainda sem a presença do público, mas procurando levar o melhor da música de concerto para os cidadãos de nossa capital nesse período de pandemia. Esse formato possibilita que os profissionais e bolsistas dos grupos da Orquestra Sinfônica de Goiânia continuem realizando seu trabalho, levando ao público conteúdo cultural de qualidade, cumprindo assim seu papel institucional. 

SERVIÇO:

Dia 19 de novembro, quinta-feira, 20h

Banda Juvenil de Goiânia – Jovens Solistas

Solistas: Kesyde Sheilla (clarineta), Dayse Santiago (saxofone), Gabriel Queiroz (trombone), Pedro Camargo (trombone) e William Lino (tuba)

Regente: Régis Jayme

Dia 20 de novembro, sexta-feira, 20h

Coro Sinfônico de Goiâniaa – Consciência Negra – Consciência Todo Dia

Regente: Katarine Araújo

Dia 21 de novembro, sábado, 20h

Rede Municipal de Núcleos Musicais – Negra Música Negra

Coordenação e Direção: Wesley Neres

Dia 22 de novembro, domingo, 17h

Orquestra Sinfônica de Goiânia – Tutti Mozart: Homenagem ao Dia do Músico

Solista: Pedro Alliprandini (clarineta)

Regente: Alessandro Borgomanero