Representando uma parcela cada vez maior da população brasileira, idosos procuram maior longevidade profissional

No Brasil, na década entre 2005 e 2015, a proporção da população com mais de 60 anos de idade cresceu em velocidade superior à da média mundial, saindo de 9,8% para 14,3%, segundo a Síntese de Indicadores Sociais (SIS) 2016 do IBGE. Com isso acaba sendo natural essa atual tendência dos idosos de buscarem mais espaço no mercado de trabalho, não só pela crise, mas também porque essas pessoas mais experientes também estão experimentando uma longevidade profissional maior.

Por isso oportunidades como a oferecida pela URBS RT Lançamentos Imobiliários, em Goiânia, representa não só uma chance de trabalho, mas também um novo começo para muita gente. A empresa, por meio de seu Programa Veteranos, está selecionado para sua equipe de profissionais acima de 55 anos com experiência em qualquer área. As inscrições vão até o dia 15 de março. Os interessados podem buscar mais informações pelos telefones 4013-4029 ou 4013-4000. Além de possibilidade de ganhos acima da média e flexibilidade de horário, a empresa oferece treinamento gratuito.

De acordo com o diretor da URBS RT, Ricardo Teixeira, o programa tem sido um sucesso e trazido grandes retornos, tanto que em pouco mais de seis empresas esta é a terceira seleção de profissionais da melhor idade feita pela empresa. Ao todo 21 pessoas já foram selecionadas. “Esse pessoal mais experiente tem um enquadramento muito bacana para o perfil de profissional que precisamos. É um trabalho que requer experiência de vida, de relacionamento com as pessoas, pois quem está comprando ou procura de um imóvel vive um momento importante na vida, e quem tem uma maior bagagem de vida entende muito bem isso”, afirma Ricardo Teixeira.

Recomeço

Integrante da primeira seleção de veteranos feita URBS RT, em agosto do ano passado, a aposentada Jacira das Graças Pinheiro Azolino, 68 anos, conta que o programa  representou um novo e animador recomeço profissional. Ainda jovem, aos 18 anos, antes mesmo de completar o curso direito ela descobriu a carreira de aeroviária, área onde atuou por 35 anos.  Por causa da profissão, Jacira morou em dezenas de países e hoje fala três idiomas fluentemente. Depois de uma carreira bem sucedida, de dois filhos já criados e ficar viúva, ela resolveu voltar para o mercado de trabalho, pois diz que começou a ficar ansiosa. “Uma pessoa como eu que sempre acostumou a trabalhar durante toda vida não consegue ficar parada. Então vi o anúncio da seleção no Facebook e achei muito interessante e estimulante e resolvi topar esse novo desafio”, conta Jacira.

Hoje, depois de realizar treinamento preparatório oferecido pela URBS RT, Jacira frequenta o curso de corretagem do Conselho Regional de Corretores de Imóveis (Creci) fala com entusiasmo da nova carreira que começou aos 68 anos. “Já recebemos nossa carterinha [do Creci] provisória e em abril, quando concluirmos o curso, vamos receber a definitiva. Mas já estamos fazendo o nosso estágio. Eu já vou a todos os plantões de vendas, faços visitas aos clientes. Tanto eu como os meus colegas dessa primeira turma estamos muito estimulados”, relata Jaciara que em pouco mais de um mês em que está atuando como corretora já está prestes a fechar duas vendas. (COMUNICAÇÃO SEM FRONTEIRAS )