O programa ViraVida, experiência do Sesi de âmbito nacional, entrega na tarde desta sexta-feira (31), na Casa da Indústria, em Goiânia, mais 32 certificados a jovens de baixa renda, em situação de vulnerabilidade social.Com histórias de superação, os concluintes da segunda turma da iniciativa em Goiás se despedem da sala de aula indicados para o mercado de trabalho, alguns deles já empregados. A primeira turma, em 2013, havia formado 28 alunos.

Durante um ano, o programa prepara os participantes para o mercado de trabalho, oferecendo-lhes oportunidade de desenvolver suas potencialidades, visando sua inserção social e profissional. Além de cursos técnicos profissionalizantes e educação básica, eles recebem atendimento psicossocial, médico e odontológico, lazer e cultura.

Em Goiás, o ViraVida é desenvolvido desde setembro de 2012, com apoio de integrantes da rede de proteção à criança e ao adolescente, de ONGs, do Sistema S (Sesi, Senai, Senac, Sesc, Sest, Senat, Sebrae e Sescoop) e de empresas da capital. Também são parceiros do projeto o Governo do Estado, conselhos tutelares e as prefeituras de Goiânia e Senador Canedo.

Sobre o programa

O projeto atua na prevenção da violência sexual promovendo o acesso de adolescentes e jovens de baixa renda, com idade entre 16 e 21 anos, a um processo de desenvolvimento, com base nos Pilares Educacionais da Unesco. Durante a qualificação profissional, que dura em média um ano, os alunos recebem uma bolsa no valor de R$ 500,00, dos quais 20% (R$ 100,00) ficam retidos em uma poupança, resgatável ao final do processo de formação.

Com sete anos de existência, o ViraVida já foi implantado em 26 cidades de 19 estados brasileiros e em El Salvador. O projeto está sendo adaptado para se tornar uma política pública. (Edilaine Pazini – ASCOM FIEG)

SERVIÇO:

Data: 31/07/2015

Horário: 15 horas

Local: Auditório João Bennio – Av. Araguaia, nº 1.544, Edifício Albano Franco, Casa da Indústria, Goiânia.