CLÍNICA PROMOVE EVENTO DE CONSCIENTIZAÇÃO DO VITILIGO, EM GOIÂNIA

Com objetivo de conscientizar sobre a doença e ajudar a diminuir o preconceito, a Cório Dermatologia promove no próximo dia 21 de junho o evento “Vitiligo em Pauta”, aberto a toda a população. Médicos, psicólogos e portadores da doença vão discutir temas relacionados ao assunto, como impacto psicossocial no diagnóstico, autoconhecimento e motivação, e tratamentos. O evento é uma das ações desenvolvidas em alusão ao Dia Mundial do Vitiligo, celebrado no dia 25 de junho.

O vitiligo é uma doença crônica e acomete cerca de 2% da população. Facilmente diagnosticada pela presença de manchas brancas em qualquer área da pele, pode causar grande impacto psicossocial, e mesmo com a disseminação de informações, muitos ainda acreditam se tratar de algo contagioso. No entanto, como explica o dermatologista, Luiz Fernando Fleury, as lesões se formam devido à diminuição ou ausência de melanócitos, células responsáveis pela formação da melanina, pigmento que dá cor à pele, nos locais afetados.

As causas da doença ainda não estão claramente estabelecidas, mas diversos fenômenos autoimunes estão associados ao vitiligo. Traumas emocionais e estresse, segundo Luiz Fernando, podem estar relacionados aos fatores que desencadeiam e agravam as manchas, mas apenas em pessoas que já possuem uma pré-disposição genética. Ainda de acordo com o médico, apesar da doença ainda não ter cura, existem bons resultados no tratamento do vitiligo, que visam controlar a doença. São tratamentos com medicamentos, estimulando a sensibilidade da pele à luz, a fototerapia e em alguns casos procedimentos cirúrgicos com transplante de melanócitos.

Em conjunto com os tratamentos, a psicoterapia é sempre indicada. Segundo o psicólogo, João Paulo Maschio, um dos maiores desafios enfrentados pelos pacientes é a aceitação do diagnóstico, e a questão psicológica interfere diretamente na qualidade de vida e na autoestima deles. A psicoterapia pode prevenir ainda o surgimento de novas lesões e obter efeitos positivos com o tratamento. “A forma com que o portador do vitiligo se relaciona com a própria condição é muito importante, o jeito que ele se enxerga, e o questionamento das pessoas podem gerar uma dificuldade interna de lidar com isso, desencadeando, inclusive, quadros de ansiedade e depressão”, alerta o psicólogo.

Para a modelo, Eliane Medeiros, de 22 anos de idade, as inseguranças ficaram para trás. A jovem, portadora de vitiligo desde a infância, aprendeu não só a conviver com as várias manchas espalhas pelo corpo, mas aceitá-las e hoje, ainda faz questão de ajudar no trabalho de conscientização da sociedade. Eliane tem participado de diversas campanhas publicitárias, que segundo ela tem chegado não só aos portadores da doença, mas a toda a população, “quebrando as estruturas de padrões pré-estabelecidos do que é considerado belo e aceitável”, acrescenta a modelo.

CÓRIO DERMATOLOGIA

A Cório Dermatologia completa 15 anos de mercado sob a liderança de uma equipe altamente qualificada formada pelos dermatologistas Juliana Salgado Chater, Luiz Fernando Fleury Júnior, Mayra Ianhez e Maria Cláudia Trombin.

Com o propósito de valorizar a saúde da pele e construir relações de confiança com os pacientes, de forma ética e profissional, a Cório Dermatologia é hoje uma referência para tratamento dermatológico, capaz de atender as mais diversas áreas como: Dermatologia Clínica, Tricologia, Cosmiatria, Dermatologia Pediátrica, Oncologia Cutânea, Doenças do Cabelo, Transplante Capilar e Cirurgia Dermatológica. (Meta Assessoria de Imprensa)

SERVIÇO

Vitiligo Em Pauta

Data- 21/06

Horário – 8h30

Local – Auditório Edifício New York Square – Av. 136, 797 – St. Sul

Palestrantes – Médicos da Cório Dermatologia, psicólogo João Paulo de Carvalho Maschio e a modelo Eliane Medeiros

Inscrições pelo Whatsapp: 62 98270.3382

Tags:

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email

POSTS RELACIONADOS