O Grupo de Teatro Arte & Fatos da PUC Goiás apresenta o espetáculo Lágrimas de Guarda-Chuva, de Eid Ribeiro, com direção de Danilo Alencar. As apresentações acontecem desta terça, 20 até quinta, 22 no Teatro Sesc Centro em Goiânia. Dia 24/10 é a vez de Aparecida de Goiânia receber o espetáculo, no CEU das Artes Orlando Alves.

e-banner-GoiâniaOuro-01 (2)

Seis personagens se encontram em uma praça de uma cidade deserta, onde seus moradores sucumbiram ao mal da cólera. Sansão, um mágico decadente, insiste nos repetidos números artísticos, como transformar Angelina em Zambê, a mulher macaco. Há uma incógnita na relação dos dois, ao mesmo tempo Angelina parece ser secretaria, amante,às vezes filha.

Após horas insistindo em chamar a atenção de algum morador do solitário lugar, ambos percebem terem caído numa cidade fantasma. São surpreendidos por três cegos, que no acaso do destino cruzam seus caminhos. A partir desse encontro há um embate que conduz a trama a um jogo de interesses entre o amor, o sexo, o dinheiro, a ambição, a cobiça, o medo, a solidão. Carmelo, sobrevivente da trágica cólera, testemunha o embate entre as respectivas personagens, sua presença muda o jogo e suas regras.

Danilo Alencar encontrou na dramaturgia de Eid Ribeiro indicações que pudessem trazer ao espectador uma releitura da conjuntura do teatro contemporâneo. O circo, a mágica, a metalinguagem, o clown, o grotesco, são elementos que se comunicam na perspectiva do absurdo, tentando assim, um diálogo mais franco com o público.

“Mirei nos trabalhos que venho desenvolvendo ao longo desses anos para questionar o perigoso e desafiador caminho que escolhi, nessa árdua tarefa do fazer artístico” pontua o diretor.

O espetáculo também traz uma novidade: a audiodescrição, para pessoas com deficiência visual. O recurso atende também pessoas com autismo, deficiência intelectual e idosos. A responsável pelo trabalho é Laís Borges, especialista no assunto pela Universidade de Juiz de Fora, MG.  A audiodescrição transforma todas as imagens em palavras. Toda a composição visual do espetáculo é descrita através de tradução simultânea. 15 pessoas com deficiência visual irão assistir o espetáculo ao longo dos dias. (Camyla Nogueira)

SERVIÇO:

Apresentações:

Local: Teatro Goiânia Ouro

17 de outubro, sábado às 20h.

18 de outubro, domingo às 19h

Valor: Entrada Franca (apresentações voltadas para instituições e escolas)

Local: Teatro da PUC GO

19 de outubro, segunda-feira às 20h.

Valor: Entrada Franca (apresentação voltada para o público da universidade)

ESTREIA OFICIAL

Local: Teatro SESC Centro

20 de outubro – Terça-feira às 20h

21 de outubro – Quarta-feira às 20h

22 de outubro – Quinta-feira às 20h

Valor: R$ 10,00 inteira / R$ 5,00 (meia-entrada)

Aparecida de Goiânia

Local: CEU DAS ARTES Orlando Alves Carneiro

24 de outubro – Sábado às 20h