O Hospital de Doenças Tropicais dr. Anuar Auad (HDT/HAA) recebeu um relatório do Ministério da Saúde no final de 2015 certificando a avaliação positiva do funcionamento do hospital, após auditoria realizada na unidade no período de 31 de agosto a 4 de setembro de 2015, em cumprimento às diretrizes definidas pelo Departamento Nacional de Auditoria do Sistema Único de Saúde (Denasus).

Os auditores verificaram a regularidade no abastecimento de medicamentos e insumos, funcionamento dos tomógrafos e laboratórios de análises clínicas, funcionamento da comissão de revisão de óbitos, suficiência da quantidade de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), manutenção preventiva e corretiva dos equipamentos, suficiência das equipes multiprofissionais, melhoria na qualidade do atendimento e redução de óbitos em pacientes soropositivos, após o início da gestão por meio da Organização Social (OS) Instituto Sócrates Guanaes (ISG) em 2012.

De acordo com o relatório apresentado, o hospital funciona com bastante eficiência em todos os requisitos determinados pelo Ministério da Saúde. Foi constatado que a unidade, sob a gestão do ISG, teve sua estrutura física reformada e ampliada, contribuindo para um melhor atendimento aos usuários. O HDT teve validada sua referência em todas as patologias infectocontagiosas para Goiás e outros estados. Em entrevistas realizadas com usuários foi detectada 100% de satisfação no atendimento e adequação de estrutura física.

Ainda conforme o relatório, o hospital conta com números suficiente de profissionais; a farmácia possui o quantitativo necessário no abastecimento de medicamentos e insumos, bem como o controle informatizado de entrada, saída e estoque dos medicamentos, em conformidade com a Resolução da Diretoria Colegiada – RDC Anvisa nº 44/2009 e Protocolo e Normas para Orientação da Farmácia Básica. A unidade também teve referendada a Comissão de Controle de Infecção Hospitalar (CCIH), a Comissão de Revisão de Prontuário (CRP), a Comissão de Investigação de Óbitos, bem como as comissões de Ética Médica; de Padronização de Materiais, Medicamentos e Equipamentos; Multidisciplinar de Bioética e Comissão de Suporte Nutricional Parenteral e Enteral.

Foi avalizada a atenção especial aos pacientes com HIV/AIDS, por meio do Setor de Adesão. Em 2012 foram feitas 539 notificações de HIV/ AIDS, sendo que foram a óbito 101 pacientes, e em 2013 foram 417 notificações com 105 óbitos. O relatório expõe que o aumento de óbitos ocorre face ao número de notificações tardias e consequentemente maior número de internações de pacientes graves.

Segundo a diretora geral do hospital, Anamaria Arruda, esse resultado comprova a gestão séria e comprometida que é dispensada na unidade. “Procuramos atender nossos usuários com segurança e qualidade, promovendo uma administração dinâmica, ágil e eficiente”, destaca.

DENASUS – órgão integrante da estrutura da Secretaria de Gestão Estratégica e Participativa do Ministério da Saúde e componente federal do Sistema Nacional de Auditoria – SNA, exerce atividades de auditoria e fiscalização especializada no âmbito do SUS. Conforme definido na Política Nacional de Gestão Estratégica e Participativa no SUS – ParticipaSUS, “a auditoria é um instrumento de gestão para fortalecer o Sistema Único de Saúde (SUS), contribuindo para a alocação e utilização adequada dos recursos, a garantia do acesso e a qualidade da atenção a saúde oferecida aos cidadãos”. (Bastidores – Assessoria de Comunicação)